Seja muito bem-vindo (a) ao ReviewBox Brasil! Se você pretende comprar um teclado para seu computador, tablet ou outro dispositivo, mas está em dúvida sobre que tipo e modelo será melhor para seus objetivos, o Review de hoje é para você. Um acessório indispensável para qualquer usuário de computador, os modelos de teclado podem parecer todos iguais aos olhos destreinados.

É esta falta de conhecimento que às vezes leva esse item a não receber atenção necessária no momento da compra, mas basta que você use um teclado adequado e de qualidade uma vez para notar a enorme diferença em desempenho e conforto que um bom equipamento pode trazer.

Acompanhe esse artigo até o final e confira nossas dicas e informações para que você possa escolher sem medo o teclado que mais se adapte ao seu perfil de usuário, rotinas de uso e necessidades.

Primeiro, o mais importante

  • Destinado a possibilitar a comunicação entre o usuário e a máquina – e do usuário através dela – o teclado é um dos periféricos mais usados em um PC, concorrendo apenas com o mouse. Para definir o modelo ideal é fundamental analisar o perfil do usuário e seus objetivos de uso do produto.
  • Além da marca e tipo do teclado, é recomendável atentar para questões como padrão, layout, configuração, funções, facilidade de instalação, tamanho, regulagem de altura, conexão e forma de alimentação para fazer a escolha certa.
  • Os valores dos teclados vão variar de acordo com a marca e modelo. É possível encontrar opções simples a partir de R$ 15. Já modelos mais sofisticados com diversas funcionalidades podem custar até R$ 2.000.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 6 melhores teclados

É possível que você digite mais palavras do que as fale em um único dia. Dependendo, é claro, da sua profissão. Mas, se você passa o dia todo trabalhando em um computador, há grandes chances de isso acontecer.

Já percebeu a importância de um teclado para seu conforto no trabalho, não é mesmo? Nesta seção vamos apresentar os melhores modelos de teclado à venda no Brasil. Confira a lista:

1º – Teclado Mecânico Switch Outemu K5

Com 13 efeitos de iluminação compostos por 7 cores, esse modelo de teclado mecânico gamer é retroiluminado. Conta com 12 teclas multimídia e switch Outemu Blue.

Resistente, tem o corpo em alumínio e teclas em plástico ABS. O cabo tem comprimento de 1.5m, e o sistema é Plug and Play, que não requer a instalação de driver para funcionamento.

É compatível para Windows XP / Vista / Windows 7 / Windows 8/ Windows 10, Mac OS X 10.2 ou superior. Tem conector USB e teclas no padrão ABNT2.

2º – Teclado sem Fio Desktop 900

Com teclas macias e suaves, esse teclado tem design prático e espaçamento certeiro, garantindo maior agilidade e conforto na digitação.

Tem tecnologia que ajuda a proteger suas informações, criptografando o que é digitado e os toques de tecla. Funciona com duas pilhas AA (inclusas), que graças ao baixo consumo de energia podem durar até 2 anos.

As teclas são silenciosas, e a instalação do tipo plug and play permite realizar a configuração em segundos, além de oferecer conexão confiável a até 9m de distância.

3º – Teclado Bluetooth Multi-Device K480

Compacto, esse teclado sem fio funciona por Bluetooth. Multiplataforma, pode ser usado em seu computador, tablet, TV e smartphone. O botão Easy-Switch permite alternar facilmente a escrita entre 3 dispositivos sem fio com conexão Bluetooth.

Conta com base integrada para fixar o smartphone ou tablet no ângulo ideal para ler enquanto escreve. O layout do produto é familiar com todas as teclas de atalho mais utilizadas, seja num computador Windows, Mac ou Chrome, ou num tablet ou smartphone Android ou iOS.

4º – Teclado Wireless Dell KM636

Teclado multimídia com teclas chiclete grandes e elevadas no padrão ABNT2.
Tem tamanho compacto, baixo consumo de energia e duração de bateria de até 12 meses.

Não faz barulho durante a digitação. O espaço entre as teclas é reduzido para evitar acúmulo de poeira. A conectividade sem fio é feita por conector USB, e a interface é de 2.4. Funciona em Windows 7 e versões superiores, tendo instalação do tipo Plug and Play.

5º – Teclado Gamer Razer Blackwidow X Chroma Ultimate

Com anti-ghosting para sobreposição de até 10 teclas e vida útil de 80 milhões de toques, esse modelo tem teclas mecânicas Razer com força de acionamento de 50g, totalmente programáveis com gravação instantânea de macro.

As teclas retroiluminadas são individualmente programáveis com 16,8 milhões de opções de cor, todas facilmente configuráveis por meio do Razer Synapse. O produto é bivolt, e tem conexão USB com fio.

6º – Teclado sem Fio K400 Plus

Esse modelo multimídia promove a tranquilidade de controlar dispositivos como TV e tablets. Funciona com duas pilhas AA, que podem durar até 18 meses.

O teclado tudo em um com touchpad embutido acaba com a confusão – e incômodo – de diversos dispositivos, enquanto o alcance de 10 metros sem fio garante que sua diversão não seja interrompida.

As teclas são silenciosas e confortáveis. A configuração é simples, graças ao pequeno receptor Unifying “plug and play”.

Guia de Compra

Agora que você conferiu nosso Ranking dos melhores teclados para computador, você está pronto para dar o próximo passo e acompanhar o nosso Guia de Compra. Nesta sessão você terá acesso às informações mais relevantes sobre teclados, como modelos e indicações de uso, vantagens e desvantagens, valores, onde comprar, etc.

Mas lembre-se: nem sempre o melhor e mais completo produto do mercado é o mais indicado para você, suas necessidades e objetivos. Por isso te apresentaremos tópicos sobre as características para as quais você deve atentar para escolher um teclado que melhor atenda suas expectativas.

Imagem mostra pessoa usando teclado sem fio em um computador de mesa.

Modelo ideal pode variar de acordo com perfil e objetivos do usuário. (Fonte: Stocksnap / Pixabay)

O que é um teclado?

O teclado nada mais é que um item integrante do computador composto por teclas que representam letras, números e símbolos. É ele que permite a interação e inserção de informações na máquina.

Criado com inspiração nas máquinas de escrever, o teclado foi a única forma de dar comandos e de interação entre o usuário e o computador por muitos anos – até a invenção do mouse.

Muito além do simples digitar, com um teclado você pode dar comandos para rolar ou abrir páginas e janelas, capturar imagens, navegar na internet, dar comandos em jogos, dentre outras funcionalidades.

O número de teclas em um teclado pode variar de acordo com a marca e o modelo. Em geral, os teclados padrão têm entre 101 a 104 teclas. Os modelos compactos, aqueles menores sem o teclado numérico, tem cerca de 90.

Alguns modelos mais sofisticados podem chegar a 130 teclas, com o acréscimo de comandos multimídia e botões programáveis.

Quais suas vantagens?

Hoje, com a evolução tecnológica os teclados são capazes de muito mais que apenas redigir textos e códigos. Os botões extras permitem controle de diversas mídias, inicialização de programas ou aplicativos, controle de volume e das configurações de imagem.

Alguns modelos contam, ainda, com botões programáveis, onde é possível personalizar os comandos para cada tecla de acordo com suas necessidades.

Os modelos sem fio trazem ainda mais vantagens, especialmente os multimídias. Eles podem ser usados à distância, eliminando o emaranhado de fios e permitindo o uso em qualquer distância e superfície que você desejar.

Imagem mostra teclado compacto sem fio sobre páginas de caderno em branco.

Portabilidade e praticidade são vantagens do modelo sem fio. (Fonte: Kaboompics / Pixabay)

Felizmente, graças aos avanços em tecnologia e barateamento de insumos, hoje em dia é possível encontrar opções com preço em conta e bom custo benefício até para os modelos mais sofisticados, como teclados gamer e wireless. No entanto, marcas renomadas continuam a praticar preços elevados.

A maioria dos modelos de teclado hoje em dia dispensam CDs e softwares de instalação. Sendo do tipo plug and play, basta a conexão à máquina desejada para que o periférico esteja pronto para o uso.

Vantagens
  • Existem modelos ideais para todos os propósitos
  • Há opções para todos os bolsos
  • Uso e instalação costumam ser intuitivos e descomplicados
Desvantagens
  • Modelos com mais tecnologia e funcionalidades tem preço elevado

Teclado gamer, sem fio, portátil ou ergonômico?

Como já mencionamos, a escolha do teclado ideal deve levar em conta o perfil do usuário e seus propósitos. Por isso, atente para as principais características que o produto entrega.

Se a intenção é mobilidade e portabilidade, por exemplo, os modelos mais indicados são os compactos e/ou sem fio.

Já para usuários que precisam de alta performance como gamers, digitadores e escritores, os teclados mecânicos são os melhores, por serem mais resistentes e de resposta rápida.

Caso opte por um modelo importado, verifique se o teclado é compatível com o padrão QWERTY e o layout ABNT adotados no Brasil. Teclados fora do padrão podem ser mais complicados para uso, com ausência de símbolos, acentos e caracteres como o ‘Ç’.

Confira abaixo tabela comparativa de características dos principais tipos de teclados. Escolha de acordo com os diferenciais que mais lhe pareçam atraentes e necessários para suas atividades.

E lembre-se de pesquisar bem, pois é possível encontrar no mercado modelos com características de diversos grupos. Teclados mecânicos podem ser ergonômicos, bem como os ergonômicos podem ser sem fio, e assim por diante.

Mecânico/Gamer Sem fio USB Ergonômico
Conforto Teclas podem ser barulhentas Liberdade de movimentação e grande alcance Tamanho reduzido pode tornar digitação mais difícil Formato promove apoio dos pulsos e mãos para maior conforto
Desempenho Respostas mais rápidas Tempo de resposta pode ser retardado por conexão sem fio A depender o tipo de conexão (cabo / fio) e de teclas (mecânicas /membrana) A depender o tipo de conexão (cabo/fio) e de teclas (mecânicas / membrana)
Indicações Heavy users, escritores, gamers e digitadores Para pouco espaço ou necessidade de mobilidade Para pouco espaço ou necessidade de mobilidade Heavy users, prevenção ou tratamento de lesão nas mãos e pulsos

Quanto custa?

O preço de um teclado pode variar muito de acordo com a marca, modelo e tipo. É possível encontrar modelos mais simples a partir de R$ 15. Os modelos de marcas mais renomadas, com diferentes tecnologias e funcionalidades extras podem custar mais de R$ 2.000.

Pesquise bastante antes de comprar, pois o mesmo produto pode apresentar flutuações de valor de um lugar para outro. Se for comprar online considere o valor do frete. Dependendo da região e do volume da embalagem do produto, o frete pode aumentar bastante o valor final da compra.

Por fim, use as plataformas comparadoras de preço, que podem ser importantes aliadas na busca das melhores ofertas.

Onde comprar?

Você pode comprar seu teclado em lojas físicas que vendem aparelhos eletrônicos, itens de informática e acessórios para computadores como Lojas Americanas, FastShop, Fujioka e Ponto Frio.

Também é possível adquirir o produto em supermercados como Wallmart, Carrefour e Extra.

No entanto, é nas plataformas de e-commerce como Amazon, Mercado Livre e ShopFácil que é possível encontrar a maior variedade do produto em diversos modelos e marcas. Comprando online você encontra também as melhores ofertas. Todos os modelos aqui mencionados podem ser encontrados na Amazon.

Critérios de Compra: Fatores para comparar os diferentes modelos de teclado

Agora que você já tem várias informações gerais sobre teclados, listamos algumas das características que você pode comparar para reconhecer a melhor opção de acessório para atender às suas necessidades e expectativas. São elas:

  • Material
  • Tipo
  • Funções
  • Tamanho
  • Padrão
  • Layout
  • Conexão
  • Forma de alimentação
  • Regulagem de altura
  • Durabilidade das teclas

Abaixo, veremos cada fator detalhadamente para garantir que você faça a melhor escolha.

Material

Confira, ainda, o material e tipo de acabamento do modelo escolhido. Teclados com acabamento brilhante podem ser ruins para uso com luz direta sobre ele, pois podem ocorrer reflexos que atrapalham a visualização.

Materiais com acabamento brilhante também inspiram cuidados, pois tem a tendência a perder a tinta com mais facilidade, ocasionando aquele famoso e incômodo problema das teclas que ficam apagadas com o uso.

Imagem mostra teclado em cor clara com mão em concha sobre ele na tentativa de reduzir reflexo e melhorar visibilidade.

Materiais muito brilhantes tendem a dar reflexo e prejudicar visibilidade do usuário. (Fonte: Geralt / Pixabay)

Tipo

Com a evolução e difusão dos computadores domésticos, os periféricos desse equipamento também precisaram evoluir.

Hoje existem tipos de teclados pensados para os mais variados perfis de usuários e necessidades de utilização. Confira as principais variantes presentes no periférico:

  • Mecânico / gamer: por ser do tipo mais resistente e rápido, é uma boa opção não só para gamers, mas também para usuários comuns. No entanto esse tipo de teclado costuma ser mais barulhento que os demais, o que pode incomodar algumas pessoas.
  • Ergonômico: ideal para quem passa muitas horas seguidas digitando e busca mais conforto para esta atividade. Indicado, ainda, para quem deseja prevenir ou está tratando traumas como lesão por esforço repetitivo ou síndrome do Túnel do Carpo.
  • Sem fio: ideal para quem quer praticidade e mobilidade, e de quebra eliminar o emaranhado de fios que costuma acompanhar aparelhos eletrônicos. A conexão se dá por meio de um receptor chamado dongle, que deve ser ligado na entrada USB do computador. Confira mais modelos desse tipo clicando aqui.
  • Compactos/portáteis: com medidas reduzidas, são ideais para quem precisa transportar o equipamento em bolsas ou mochilas, ou usá-lo em espaços pequenos. Alguns modelos têm design dobrável, para que o equipamento ocupe ainda menos espaço quando armazenado.
  • Multidevice: o teclado multidispositivos é ideal para quem quer se conectar a mais de um aparelho com rapidez e praticidade. Geralmente com conexão via Bluetooth, esses aparelhos permitem que o usuário controle a conexão por meio de botões específicos.
  • Numérico: indicados para usuários canhotos ou com teclados compactos sem teclas exclusivamente numéricas, que usam muito as teclas numéricas no dia a dia. Esse pequeno teclado pode vir nas versões com e sem fio.
  • Teclado canhoto: indicado para quem tem a mão esquerda dominante, esse teclado tem algumas alterações na posição das teclas. Os caracteres numéricos, por exemplo, ficam do lado esquerdo do produto, para facilitar a digitação.
  • Iluminado: com teclas que acendem, contam com luz que passam entre as letras, facilitando a visualização e evitando erros. É ideal para quem precisa usar o teclado em ambientes escuros ou mal iluminados.
  • Retroiluminado: tem luzes entre as teclas. Mais comum em modelos gamers, podem ter variações de cores e programações, dando um charme a mais para o equipamento, além de ajudar na visualização.

Funções

A maioria dos teclados mais intermediários ou mais sofisticados apresenta funcionalidades extras. Teclas personalizáveis, controle de volume, programas e aplicativos, são alguns exemplos de funções não convencionais que podem estar presentes nos teclados.

Modelos mais sofisticados ainda podem apresentar acionamento de comandos por voz e iluminação, com programação de cores e luzes, que além de um efeito diferenciado permitem o uso do teclado em ambientes escuros.

Conexão e apoio para dispositivos como tablets e celulares é outro exemplo de função extra em um teclado que pode facilitar a vida do usuário.

Mas lembre-se: as funções extras podem encarecer o produto. Antes de gastar a mais, pondere se as funcionalidades oferecidas realmente são necessárias e serão uteis no seu dia a dia.

Tamanho

Mesmo que tenham basicamente as mesmas teclas, os teclados podem vir em diferentes tamanhos.

A diferença entre um teclado maior e outro menor poderá estar na presença ou não de teclado numérico, bem como no tamanho e espaçamento entre as teclas.

Quanto maiores e mais espaçadas as teclas no teclado, mais fácil e confortável será a digitação. Por outro lado, teclados com maior espaçamento sejam mais confortáveis, esse espaço favorece o acúmulo de sujeira e resíduos em seu dispositivo.

Por outro lado, teclados menores, especialmente os wireless, ocupam pouco espaço e por isso são melhores para mesas pequenas ou para uso portátil junto a tablets, notebooks e celulares.

Os modelos de proporções reduzidas ainda têm a vantagem de poderem ser transportados com mais facilidade, uma vez que cabem tranquilamente em pastas, bolsas e mochilas. Alguns modelos portáteis são dobráveis, para reduzir ainda mais o espaço ocupado.

Padrão

Os padrões mais comuns para teclados são o QWERTY e o AZERTY. Os padrões recebem esse nome de acordo com a ordem de disposição das seis primeiras letras da primeira fileira.

  • Padrão QWERTY: foi visto pela primeira vez em máquinas de escrever. De acordo com o país, símbolos e caracteres acentuados podem ocupar lugares diferentes do teclado deste padrão. Utilizado principalmente nos Estados unidos e na América Latina.
Foto de antiga máquina de escrever com foco nas teclas da primeira fileira que formam o termo QWERTY.

Teclados do padrão QWERTY foram inspirados em máquinas de escrever. (Fonte: JackRooster / Pixabay)

  • Padrão AZERTY: as letras ‘A’ e ‘Q’ estão invertidas entre si, bem como as letras ‘Z’ e ‘W’. Além disso, o ‘M’ fica ao lado direito do ‘L’. Outra diferença é que as teclas numéricas que ficam acima das letras têm a função principal ocupada por caracteres acentuados.Sendo assim, é necessário acionar o shift ou Caps Lock para utilizar os números, que ficam como função secundária da tecla. Adotado na França, Bélgica e alguns países vizinhos, especialmente os de língua francesa.

Layout

Existem alguns layouts de teclado, geralmente adaptados ao idioma do país onde são comercializados. O padrão para o Português (BR) é o da ABNT, que conta com tecla para o ‘Ç’, numerais altos, acentos e colchetes, entre outros símbolos.

No entanto, o layout mais atual é o ABNT2. Ambos os layouts seguem o padrão QWERTY, mas no teclado ABNT2 a diferença é que temos a presença do botão Alt Gr.

Confira a explicação das diferenças em vídeo, publicado pelo canal uduluiz, que possui mais de 330 mil inscritos:

Essa tecla permite o uso das teclas com terceira função – aquelas que têm três caracteres: um ao centro, um no canto inferior direito e outro no superior esquerdo.

A tecla Alt Gr permite acionar os caracteres do canto inferior direito. Caso o teclado escolhido tenha padrão diferente do ABNT é possível alterar a configuração. No entanto, essa alteração pode gerar falta de correspondência entre o caractere impresso no teclado e o acionado durante a digitação.

Conexão

Os teclados mais antigos, lançados nos anos 90, eram plugados ao computador por meio de conectores do tipo Din. Posteriormente esse conector evoluiu para PS2 ou Mini Din.

No entanto, a maioria das máquinas modernas já não conta mais com esse tipo de entrada, o que torna necessário o uso de adaptadores.

A maioria dos teclados atuais utiliza as portas USB para se conectar ao computador. Modelos convencionais utilizam cabos USB comuns, enquanto alguns modelos sem fio usam o dongle – um receptor bem pequeno, que se assemelha a um mini pendrive – também ligado na entrada USB.

Então, preste atenção à forma de conexão do teclado para se certificar de que é compatível com a sua máquina. Modelos indicados para entradas USB 2.0 podem não ter o desempenho esperado em entradas USB comuns ou 3.0, por exemplo.

Temos ainda os modelos de conexão bluetooth, que dispensam conectores. Alguns teclados de conexão bluetooth são multidispositivos, ou seja, permitem a conexão com mais de um aparelho ao mesmo tempo.

Geralmente esses modelos contam com botões específicos para que você possa alternar entre os dispositivos que se conecta.

Forma de alimentação

Alguns modelos, especialmente os sem fio, que se conectam ao computador via bluetooth ou wireless precisam de formas de alimentação próprias, uma vez que não estarão conectados diretamente ao computador para obter energia.

Nesses casos, a alimentação pode ser feita por pilhas, baterias ou baterias de lítio recarregáveis. Geralmente os produtos vêm com as baterias inclusas, mas os fabricantes costumam dar orientações sobre o tipo indicado para reposição e o nível de consumo de cada modelo.

Regulagem de altura

A regulagem de altura é um fator muito importante para o conforto no uso do seu teclado e na posição da digitação. Felizmente, a maioria dos modelos, até os mais simples, conta com esse tipo de regulagem.

Alguns modelos oferecem opções de 3 ou mais níveis de altura. No entanto, alguns mecanismos de regulagem podem não ser muito estáveis, o que pode prejudicar a experiência do usuário.

Durabilidade das teclas

A durabilidade das teclas em um teclado é um fator que depende diretamente do material que elas são feitas e do tipo de acionamento dos mecanismos. Em geral as teclas do tipo mecânicas são mais duráveis que as do tipo membrana ou chiclete.

Os fabricantes costumam indicar nas especificações do produto a estimativa de vida útil das teclas. Dependendo do modelo essa previsão pode ultrapassar 10 milhões de pressionamentos por tecla.

(Fonte da imagem destacada: Pixies / Pixabay)

Avalie este artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
34 Voto(s), Média: 5,00 de 5
Loading...
Avatar

Publicado por REVIEWBOX