Mesa de oficina. Destaque para um torno em primeiro plano.
Ultima atualização: 12 de abril de 2020

Como escolhemos

11Produtos analisados

20Horas investidas

6Estudos avaliados

65Comentários coletados

Hoje você vai ficar por dentro de quais são os melhores modelos de torno que podem ser encontrados no mercado. Então, seja muito bem-vindo ao ReviewBox Brasil.

Essa é uma ferramenta bastante utilizada em oficinas, marcenarias e também serralherias. Com ela, é possível lixar, cortar e limar objetos de diversos materiais.

Nas próximas linhas, você vai ficar sabendo quais são as diferenças entre os principais produtos disponíveis e o que você deve prestar atenção antes de fazer a sua compra. Continue lendo para conhecer todas as características de um torno.




Primeiro, o mais importante

  • O torno é composto de mordentes. E esses mordentes podem ser de diversos tamanhos, variando entre 2 e 12 polegadas.
  • Tornos podem ser utilizados por amadores, ou então artesãos e profissionais de indústrias e oficinas.
  • Neste artigo, vamos falar sobre os tornos de bancada. A ferramenta também é conhecida popularmente como morsa.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 4 melhores modelos de torno

Vamos apresentar agora os melhores modelos de torno. Para chegar nesse ranking, levamos em conta as principais características do produto. Nessa classificação, avaliamos ferramentas do tipo torno de bancada, conhecido popularmente como morsa. Confira:

1º - Morsa / Torno linha profissional número 3 - Marcon

Este modelo de torno de bancada da fabricante Marcon é produzido em ferro nodular. Para evitar corrosão, tem tratamento eletrolítico na pintura. Os mordentes deste torno são integrados ao corpo.

Além disso, a bigorna é de alta resistência. Dessa forma, o produto é voltado para trabalhos pesados realizados em oficinas, serralherias, obras civis industriais e ferramentarias. A largura do mordente chega a 76 mm.

2º - Torno de bancada e mesa

Este torno de bancada traz um bom custo-benefício. O corpo é fabricado em ferro fundido e conta com um grampo de fixação. Essa peça facilita a mudança rápida de local de todo o conjunto.

A abertura máxima chega a 30 milímetros. O produto é indicado para dar acabamentos, lixar e cortar diversas peças. Pode ser utilizado em trabalhos de artesanato, ótica e joalheria, por exemplo.

3º - Mini torno de bancada - Sparta

Este modelo de torno é indicado para fixação de pequenas peças em trabalhos de carpintaria e serralheria. A largura do mordente chega a 70 mm. Já a abertura é de 32 mm. O peso do produto é de 770 gramas.

O equipamento da marca Sparta também pode ser utilizado para segurar peças na construção civil, assim como montar e desmontar componentes.

4º - Torno de bancada linha leve número 2 - Metalsul

O torno de bancada da Metalsul é fabricado em ferro fundido nodular. O acabamento é com pintura a pó eletrostática texturizada. Esse torno pode ser utilizado em residências, relojoarias, artesanato e outros serviços leves. A largura do mordente é de 38,1 mm. A abertura máxima chega a 50,8 milímetros.

Guia de Compra

Você resolveu comprar um torno, mas está em dúvida se realmente é o produto que precisa? Então, fique tranquilo! Neste Guia, vamos apresentar quais as principais vantagens e no que você deve ficar de olho antes de comprar.

O torno de bancada é fundamental para quem precisa moldar peças, sejam elas de madeira ou metal. Por isso, é importante buscar o produto que mais se adeque as suas necessidades de trabalho.

Homem utilizando ferramentas em uma oficina.

Torquímetros podem ser utilizado em serralherias, oficinas de artesanato e muitos outros locais. (Fonte: Pexels / Pixabay)

O que é o torno?

Torno é uma ferramenta bastante utilizada para transformar materiais como metal e madeira.

Esse equipamento pode ser utilizado em oficinas mecânicas, construção civil e em serralherias, entre outros locais. A principal função é segurar um objeto enquanto se trabalha ou se faz acabamentos como corte, lixação e limpeza.

O torno possui duas partes, conhecidas como mordentes. São eles que se deslocam e se aproximam para segurar ou apertar os componentes e peças que devem ser manipulados.

Foco em mão de homem utilizando torno manual em uma oficina.

Enquanto o torno gira, o operador molda a peça. (Fonte: Carlos Santos / 123RF)

Ao realizar movimentos giratórios, a ferramenta permite que haja o corte uniforme das peças. Também é possível moldar a superfície do objeto, de acordo com o projeto que se pretende realizar.

Além do torno de bancada, existem outros tipos de torno. O mais conhecido é o torno mecânico, utilizado em indústrias para a produção de parafusos, roscas e outros produtos.

Muitos modelos já são, inclusive, totalmente informatizados. Ou seja, podem ser programados para atuar sem o auxílio ou participação de um ser humano.

Quais são as vantagens e desvantagens no torno?

O torno é uma ferramenta que permite que peças de metal ou madeira sejam cortadas de forma uniforme.

Entre as vantagens encontradas para o uso do torno estão a acessibilidade e a flexibilidade. A ferramenta pode ser utilizada para diversos projetos, de diferentes áreas.

Esse tipo de torno, também conhecido como morsa, pode ser utilizado por pessoas com ou sem experiência. Por conta do tamanho, esse modelo de bancada se ajusta em mesas de trabalho do tamanho padrão.

Tornos são equipamentos que custam barato, mas trazem muitos benefícios para quem precisa trabalhar com eles. O custo desse produto é baixo se comparado a modelos maiores, utilizados em indústrias, por exemplo.

Vantagens
  • Flexibilidade no uso
  • Fácil utilização
  • Custo mais baixo
Desvantagens
  • Tamanho padrão
  • Peças produzidas são menores

Com um torno, é possível fazer produtos simples, como um lápis de madeira ou peças básicas de metal.

Com mais experiência e o produto certo, objetos mais complexos podem ser criados como partes de móveis e pratos. Esses são apenas alguns exemplos.

foco

Você sabia que desenhos egípcios apontam que o torno foi criado por volta do ano 1.300 a.C?

Mais recentemente, durante a idade média, artesãos utilizavam o torno de vara. Neste modelo, a peça a ser trabalhada era amarrada com uma corda presa em uma vara.

A outra extremidade era amarrada em um pedal. A partir da pressão exercida no pedal, havia o movimento que confeccionava a peça.

Quais as utilizações de um torno?

Quando você for comprar um torno, é importante saber qual será o uso dessa ferramenta. Para cada uso, algumas características podem ser mais ou menos úteis.

A forma e o mecanismo do equipamento são praticamente idênticos. O que muda são as dimensões e o formatos que se adaptam aos diferentes tipos de materiais. O torno pode ser usado em madeira, metal, especialmente na indústria automotiva, joias e artesanato.

Mesa com diversas ferramentas.

Torno é uma ferramenta útil para diversas funções. (Fonte: Free-Photos / Pixabay)

Uso com madeira

Nesta versão, o torno deve ser alinhado pela superfície da bancada. Os mordentes devem ser de madeira ou metal. Para que a peça trabalhada não seja danificada, uma proteção de madeira é colocada.

Uso com metal

Este tipo de torno é feito de aço fundido ou ferro forjado. Para que haja aderência, os mordentes são feitos de metal, com dentes serrilhados ou diamantados.

A abertura dos mordentes é do mesmo tamanho que a largura. Nesse modelo, os mordentes são voltados para a parte da frente da bancada de trabalho. Algumas versões podem ter a base giratória, o que facilita e dá dinamismo ao trabalho.

Em manutenção de automóveis

O torno de bancada pode auxiliar na hora de substituir uma peça do automóvel. A ferramenta ajuda em reparos relacionados à suspensão e também na troca de batente e pivô.

Para uso com joias e aeromodelismo

Modelos voltados para este tipo de uso são denominados mini tornos. Eles são utilizados para prender placas de circuito em aeromodelos, por exemplo.

Frequentemente, eles têm uma junta articulada no meio, que permite a rotação. Além disso, são montados com a ajuda de uma ventosa.

Quanto custa?

Tornos de bancada custam entre R$ 15 e R$ 78. Os preços podem variar de acordo com o material de que eles são produzidos e também o tamanho. Em geral, tornos com tamanhos maiores são mais caros.

Onde comprar?

Para comprar um torno, você deve procurar lojas que vendam produtos da área de mecânica.

Na internet, existem muitas opções disponíveis em lojas varejistas como Amazon, Submarino e Lojas Americanas.

Comprando online você nem precisa sair de casa e recebe na porta, além do mais, é nesse mercado que se encontram as melhores ofertas.

Critérios de compra: Fatores para comparar os modelos de torno

Na hora de comprar, analise todos os detalhes. Fazendo isso, o seu dinheiro será bem utilizado e você não vai se arrepender. Então, quando você for escolher qual torno vai levar para casa, leve em conta os seguintes pontos:

  • Uso
  • Numeração
  • Qualidade do material
  • Dimensão e peso

Vamos falar sobre cada um desses itens na sequência.

Uso

Como já dissemos, o uso que será dado ao torno é fundamental para que seja definido o produto a ser comprado.

Quem vai trabalhar com madeira deve escolher produtos com mordentes de madeira ou metal.

Caso o uso seja com metal, o ideal é escolher ferramentas feitas com ferro forjado ou então aço fundido. Os mordentes devem ter dentes serrilhados para uma melhor aderência.

Numeração

Antes de comprar, avalie qual será o uso dado ao torno e verifique se o modelo escolhido é o ideal para sua atividade.

Os tornos de bancada têm mordentes com tamanhos variados. São esses mordentes que se movem para manter fixa a peça a ser trabalhada. Os tamanhos são 2, 3, 4, 5, 6, 8, 10 e 12. Os números se referem às medidas em polegada.

Imagem de torno de bancada.

Verifique a numeração do torno que você pretende comprar. Ela tem a ver com o tamanho da ferramenta. (Fonte: Olena Yakobchuk / 123RF)

Confira se a abertura máxima do torno é adequada para o tipo de peça que você vai trabalhar.

De acordo com especialistas, o ideal é sempre trabalhar com um torno com uma medida superior. Ou seja, se você precisa de um torno número 2, compre a 3. Dessa forma, o equipamento terá maior durabilidade.

Qualidade do material

Tornos são equipamentos feitos de aço ou ferro fundido. Verifique a qualidade do material que você vai comprar. Dessa forma, o produto pode ter uma alta durabilidade.

Veja principalmente se o mordente da ferramenta é protegido adequadamente.

Técnicos especializados recomendam, ainda, que o produto passe por uma limpeza depois de cada uso e por manutenções frequentes.

Torno sobre mesa.

Torno de bancada tem valor mais acessível. (Fonte: Pavel Lipskiy / 123RF)

Dimensão e peso

Esse critério está relacionado ao número do torno escolhido. Existem tornos dos mais variados tamanhos, e você deve verificar o espaço que tem para encaixar essa ferramenta.

Cheque as medidas na descrição do produto no site de vendas e compare com o lugar que você reservou para seu torno. Ainda, verifique se as medidas da ferramenta encaixam na bancada que você tem para ela.

Provavelmente seu torno ficará fixo em algum lugar, mas avalie o peso da peça para que a bancada suporte ele.

(Fonte da imagem destacada: Free-Photos / Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

César Ferreira Formado em Engenharia Industrial
César é apaixonado por carros. Talvez tenha sido essa paixão que o levou a, desde pequeno, querer entender como as coisas funcionam. Essa curiosidade, por sua vez, lhe fez cursar Engenharia Industrial. Hoje, ele presta consultoria para pequenas e médias empresas e, nas horas vagas, deixa seu carro - e o de seus amigos - cada vez mais tecnológicos e especiais.