Será que essa televisão cabe na minha sala? E essa cama, entra no meu quarto? Quando vamos comprar móveis novos, surge a dúvida se eles vão ficar bem em determinado cômodo. Nessas situações, sempre é bom contar com uma trena. É sobre isso que vamos falar hoje, seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil.

Assim, você consegue tirar medidas de forma rápida e precisa. Aliás, trata-se de um instrumento indispensável para profissionais do ramo de construção e decoração que passam o dia em reformas e serviços caseiros.

Existem os mais variados tipos de trenas no mercado, desde as fitas métricas padrões de bolso até as com tecnologia a laser. Para ajudá-lo a escolher o modelo mais adequado para você, continue acompanhando este artigo do ReviewBox Brasil.

Primeiro, o mais importante

  • Entre os itens indispensáveis dos profissionais das áreas de construção e decoração, está a trena. Antes de colocar a mão na massa, os profissionais precisam ter todas as medidas do ambiente na ponta da língua. Já pensou um marceneiro de móveis planejados finalizar um armário que não entra no quarto? Aí, não dá!
  • Mesmo que você não trabalhe com reformas e serviços caseiros, cedo ou tarde vai precisar de uma trena ao alcance de suas mãos. Assim, pode tirar medidas rápidas de um cômodo e comprar seu mobiliário sem errar as dimensões.
  • Os modelos padrões têm um preço para todos os bolsos. Acessíveis, eles custam menos de R$ 30. Por sua vez, os equipamentos com tecnologia a laser, dedicados a profissionais do ramo, apresentam um valor mais elevado: entre R$ 200 e R$ 650.

Você também pode gostar:

Ranking: As 4 melhores trenas do mercado

A trena é um instrumento de medição que não pode faltar na casa de ninguém, nem no bolso de qualquer profissional que realiza reformas e serviços caseiros. Sabendo disso, selecionamos os modelos mais bem avaliados pelo mercado. A lista abaixo é para todos os tipos, gostos e bolsos. Confira os melhores modelos de fita métrica:

1° – Trena GLM 50 C Bosch

Como o próprio nome sugere, essa trena a laser faz medições de até 50 metros. Entre tantas funcionalidades, podemos destacar o Skate-out. O usuário define uma medida e, ao se movimentar, a trena emite um alerta sonoro quando essa medida é alcançada.

Ao memorizar os últimos 30 valores medidos, o aparelho calcula rapidamente área, volume, ângulos e até a soma das áreas das paredes. Uma ótima para um pintor fazer o orçamento de um serviço, não?

De quebra, essa trena é compatível com o Measuring Master, aplicativo oficial da Bosch que serve para documentar todas as medições. Em suma, consegue fazer todo um projeto nele. A transferência é feita de forma rápida e eficiente por Bluetooth.

2° – Trena Stanley STHT77409

Esse medidor a laser é ideal para profissionais da construção civil e do ramo de decoração, que precisam tirar medidas de forma rápida e precisa. Com alcance de até 15 metros, essa trena apresenta medidas em metros e polegadas de forma fracionada e decimal.

Sua medição é contínua, ou seja, basta pressionar o botão principal no ponto de partida e caminhar até o destino final. É possível gravar e armazenar até 2 medidas no visor negro. São necessárias duas pilhas AAA para ligar o equipamento. Para economizar energia, o painel luminoso se desliga automaticamente em 30 segundos.

3° – Trena EDA com Auto Trava Emborrachada

Encontre esse produto em Amazon.com.br

Com 5 metros de comprimento, essa trena apresenta as medidas em escala métrica, ou seja, só mostra milímetros, centímetros e metros. O modelo conta com uma trava para que você possa realizar a medição sozinho. Basta pressionar o botão para que a fita métrica não se retraia automaticamente.

Confeccionado em plástico e acabamento emborrachado, a ferramenta é, ao mesmo tempo, resistente a impactos, confortável para as mãos e extremamente leve e fácil de manusear.

4° – Trena Manual Standard IRWIN

Com desenho ergonômico, a trena manual da IRWIN possui botões de travamentos e freios. Assim, você consegue realizar a medição sozinho e não corre o risco de machucar o dedo. Os freios fazem com que a fita não volte rapidamente para a embalagem.

Quanto ao material, podemos destacar a cobertura da fita feita de nylon. Ela garante maior durabilidade ao produto, mesmo nos mais variados ambientes de trabalho. Isso sem mencionar o corpo em abs que é resistente a quedas.

Guia de Compra

Além de um utensílio de trabalho, a trena também está presente na maleta de ferramentas na casa das pessoas. Seja da mais simples, ou elaborada, é tão versátil que pode ser usada para medição em variadas ocasiões.

Em nosso Guia de Compra, você saberá quais são as vantagens e desvantagens da fita métrica, as diferenças entre os modelos manuais e digitais, bem como a faixa de preço e os melhores lugares para comprá-los. Vamos lá!

Mão de homem segurando uma trena com chão de areia ao fundo.

A trena é uma ferramenta para medir espaços. (Fonte: Rahmat Nugroho / 123RF)

Quais as vantagens e desvantagens de usar uma trena?

Antes de pendurar uma televisão na parede da sala, é preciso medir o tamanho do aparelho e do cômodo para ver se vai ficar bom. Para isso, logo recorremos a uma trena. Aliás, sempre é bom ter pelo menos uma em sua casa para qualquer emergência.

Basicamente, há dois tipos de trenas no mercado: os modelos padrões têm um preço muito acessível e quebram um grande galho, e os medidores a laser são indicados para profissionais de construção, como engenheiros e pedreiros. O segundo, por conta de sua tecnologia, custa bem mais caro.

Para profissionais que realizam reformas e serviços caseiros, a trena é praticamente uma extensão de suas mãos. Um pintor, por exemplo, precisa medir a altura e comprimento de uma parede para calcular sua área para comprar a quantidade ideal de tinta.

Por sua vez, o eletricista precisa medir a distância entre o interruptor e a lâmpada para comprar o tamanho exato de um cabo. Em suma, as trenas são instrumentos indispensáveis para que esses profissionais possam fazer um orçamento de seus serviços.

Imagem de uma homem utilizando uma trena para calcular o comprimento de uma parede.

A trena é um instrumento indispensável para profissionais fazerem um orçamento preciso de seus serviços caseiros. (Fonte: rawpixel.com / freepik)

Quando falamos na fita métrica padrão, é muito importante observar o seu tipo de material. As mais recomendadas são as de nylon ou fibra de vidro por conta de sua resistência contra água. Assim, é possível usá-los em qualquer ambiente de trabalho.

O mesmo vale para os medidores a laser. Eles costumam ter um revestimento emborrachado para não sofrer com quedas e impactos e ainda possuem proteção IP54, isto é, são resistentes contra água e poeira.

Aqui, outra boa notícia. Como as trenas são leves e compactas, você consegue levá-las para qualquer canto e guardá-las em sua casa sem ocupar nenhum espaço.

Mesmo que a fita dos modelos padrões tenha mais de 5 metros de comprimento, ela fica enrolada dentro da embalagem. Assim, você pode guardá-la no bolso e até prendê-la em seu cinto.

Os medidores a laser também são bem compactos. Aparentemente, eles lembram aqueles celulares dos anos 1990 e 2000 e pesam menos de 200 g. Portanto, você pode carregá-los em seu bolso ou maleta de ferramentas.

Nas trenas padrões, as fitas são retráteis e voltam rapidamente para a embalagem. Nisso, os usuários mais desatentos podem machucar o dedo. É verdade que as trenas padrões mais modernas contam com botões de travamento e freio, mas o risco ainda existe.

Uma desvantagem das trenas a laser está em sua autonomia. Em geral, elas são alimentadas por duas pilhas palitos que duram cerca de 5 horas. Se você não tiver pilhas reservas por perto, os medidores podem te deixar na mão durante uma reforma.

Vantagens
  • Tiram medidas de forma rápida e precisa
  • Modelos padrões custam muito barato
  • Leves e compactas
  • Feitas com materiais resistentes
Desvantagens
  • Modelos padrões podem causar lesões nos dedos quando a fita se retrai rapidamente
  • Trenas a laser precisam de pilhas para funcionar
  • Medidores a laser têm preço elevado

Trena padrão ou medidor a laser?

Como já falamos anteriormente, existem basicamente dois tipos de trenas: os modelos padrões e os medidores a laser. Embora eles tenham o mesmo objetivo – que é tirar as medidas de um móvel ou ambiente –, cada modelo tem suas peculiaridades.

Em primeiro lugar, podemos destacar a praticidade dos medidores a laser. Para medir uma parede, por exemplo, basta posicionar o aparelho em uma ponta, pressionar um botão e direcioná-lo até a outra ponta. Pronto. De quebra, os dados ficam na memória do medidor a laser.

Por sua vez, as trenas padrões exigem um pouco mais de esforço. Aliás, uma mãozinha de um ajudante cai muito bem. Enquanto você segura a embalagem, seu companheiro estica a fita até a outra extremidade. Aí, é preciso anotar a medida em um papel.

Outra vantagem dos medidores a laser está em sua precisão. As pessoas costumam cometer um pequeno erro com as trenas padrões. Elas dobram a fita métrica para encostar na extremidade de uma peça. Isso causa uma pequena distorção na medida.

Aprenda a usar uma trena corretamente através desse vídeo no canal Mundo da Elétrica:

Quanto ao tamanho, ponto para os dois modelos. Eles são compactos e leves para que você possa levá-los em seu bolso ou maleta de ferramentas.

Um problema dos medidores a laser é sua autonomia. Por mais que eles tenham recursos de economia de energia, uma hora a bateria acaba e você fica na mão. Isso, naturalmente, não acontece com as trenas padrão.

Por fim, a enorme diferença de preço. Você compra uma trena tradicional por menos de R$ 30. Já os medidores a laser custam entre R$ 200 e R$ 650. Uma diferença e tanto, hein!

Para ficar ainda mais clara a diferença entre os dois modelos, confira um resumo dos principais detalhes na tabela abaixo:

Trena padrão Medidor a laser
Praticidade É melhor contar com a ajuda de um companheiro para esticar a fita e anotar as medidas em um papel Basta pressionar um botão e direcionar o aparelho para medir um objeto ou ambiente. Os dados ficam na memória do instrumento
Precisão Ao dobrar a fita, você causa certa distorção nas medidas A precisão dos aparelhos é cirúrgica
Tamanho Compactas e leves, você pode levar em seu bolso ou pendurar em seu cinto Compactos e leves, lembram um celular dos anos 1990 e 2000. Você pode levar no bolso ou carregar em sua maleta de ferramentas
Autonomia Funciona sem bateria Alimentados por pilhas ou baterias de lítio, têm duração limitada de tempo a cada recarga
Preço São os modelos mais baratos do mercado. Uma boa trena caseira custa menos de R$ 30 Indicados para profissionais para toda obra, os modelos a laser custam bem mais caros, entre R$ 200 e R$ 650

Quanto custa?

Depende. Se você precisa de uma fita métrica para tirar medidas de vez em quando, um modelo padrão de bolso é mais do que o suficiente. Esse tipo custa menos de R$ 30 e já quebra um bom galho até mesmo para profissionais do ramo de reformas e serviços caseiros.

Por outro lado, a trena a laser tem um custo muito mais elevado por conta de sua tecnologia. Além de medirem uma distância superior a 20 metros, elas conseguem armazenar muitos dados e calcular áreas e volumes de forma rápida.

Em meio a tantas funcionalidades, não é de se estranhar que os medidores a laser custem entre R$ 200 e R$ 650.

Onde comprar?

Se você faz questão de testar o produto com as próprias mãos antes de comprá-lo, pode se direcionar a alguma loja de materiais de construção ou de departamento. Kalunga e Lojas Americanas são opções onde você encontra diversos modelos de trena.

Mas, convenhamos, comprar pela internet é uma mão na roda. Em poucos cliques (ou toques na tela – no caso de smartphones e tablets), você encontra um universo de opções de trenas, compara seus preços e finaliza a compra.

Aqui, só faça o pedido em lojas online que tenham boa reputação, como Amazon brasileira, Submarino e Shoptime. Como o valor da trena padrão é muito barato, fique atento ao preço do frete para ver se realmente não vale a pena comprar em alguma loja física.

Critérios de compra: Fatores para comparar os modelos de trena

Você não deve escolher apenas entre uma trena padrão e um medidor digital. Existem outros detalhes que você devem ser observados antes de tomar uma decisão de compra. Descubra quais são eles abaixo:

  • Funcionalidades
  • Autonomia
  • Metragem
  • Escala

Funcionalidades

Quando falamos em trenas a laser, há muita variação de funcionalidade entre os modelos. Outra diferença está na quantidade de dados que um aparelho consegue memorizar e os cálculos que eles fazem.

Os medidores mais modernos, por exemplo, armazenam até 30 medidas e calculam áreas, volumes, ângulos e por aí vai. Mesmo os modelos tradicionais podem contar com soluções inteligentes. Esses são os casos dos botões de freios e travamentos.

Quando a trava é acionada, a fita fica imóvel. Assim, você consegue trabalhar sozinho sem precisar de uma mãozinha de ninguém. Por sua vez, os freios fazem com que a fita não volte rapidamente para a embalagem, evitando lesões no dedo.

Autonomia

Esse detalhe vale apenas para as trenas a laser que são alimentadas por pilhas AAA ou baterias recarregáveis de lítio. Caso você necessite de um medidor digital, deve ficar atento à autonomia do aparelho.

Os modelos que são alimentados por pilhas chegam a durar cerca de 5 horas. Se ficar mais tempo na obra, recomenda-se andar com pilhas reservas. Por sua vez, as trenas de baterias de lítio têm uma autonomia maior.

Metragem

As trenas padrão costumam ter de 3 a 8 metros de comprimento. Isso já é mais do que o suficiente se você for tirar medidas de móveis e de cômodos da sua casa. Por outro lado, profissionais que fazem projetos e calculam grandes terrenos precisam de uma trena com alcance muito superior.

Aqui, surgem os medidores a laser como alternativa. A capacidade deles varia entre 20 e 80 metros. Fique atento a esse detalhe antes de compra!

Escala

Isto vale tanto para os modelos padrões quanto para os medidores a laser: de modo geral, as trenas vêm com escala métrica e polegada. Na prática, isso significa que você consegue tirar a medida tanto em metros (centímetros e milímetros) quanto em polegadas.

Mesmo assim, sempre vale a pena conferir qual é a escala que o instrumento usa. Talvez, você só esteja acostumado a fazer cálculos na escala métrica. Aí, comprar uma trena que só usa polegadas como unidade de medida não é uma boa ideia.

A título de curiosidade, 1 polegada equivale a 2,54 centímetros. Mas, vamos combinar, ter de fazer a conversão toda hora acaba gerando perda de tempo, né? Portanto, não deixe de prestar atenção nesse pequeno – mas importante – detalhe.

(Fonte da imagem destacada: jannoon028 / Freepik)

Avalie este artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
28 Voto(s), Média: 4,50 de 5
Loading...
Avatar

Publicado por REVIEWBOX