Imagem mostra mulheres praticando TRX em grupo.
Ultima atualização: 12 de abril de 2020

Como escolhemos

16Produtos analisados

17Horas investidas

3Estudos avaliados

65Comentários coletados

Bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Você está interessado em adquirir um TRX? Vamos falar sobre esse equipamento que te ajuda a fazer um treino funcional de altíssimo nível e trazer todos os detalhes necessários para que você escolha o melhor modelo!

A popularidade do TRX é cada vez maior no Brasil. Isso acontece por causa de sua enorme praticidade e versatilidade. Além da facilidade de instalação, a gama de exercícios que esse aparelho possibilita é enorme.

Mas se você ainda não sabe qual é a real função do TRX, nem quais os critérios que precisa levar em conta para a aquisição, esse artigo te ajudará. É natural que haja dúvidas e todas elas serão eliminadas pelas próximas linhas!




Primeiro, o mais importante

  • O TRX, ou treinamento em suspensão, é uma forma cada vez mais popular de exercício físico. Ele se destaca por ser muito prático, podendo ser realizado em qualquer lugar, e versátil, trabalhando o corpo inteiro.
  • É uma prática física que consegue gerar ganho de massa muscular, emagrecimento e melhoras na postura e elasticidade. Porém, pode ser um pouco complicada para quem é sedentário.
  • Outro fator que influencia na preferência de muita gente pelo TRX é o preço. Um kit completo, que permitirá que você se exercite na sua casa, custa entre R$ 100 e R$ 300.

Você também pode gostar:

Melhores modelos de TRX: Nossos favoritos

Com a busca pelo TRX se tornando cada vez maior, é natural que mais e mais modelos estejam à venda. Por isso, separamos alguns do que de melhor pode ser encontrado no mercado. Abaixo, listamos as principais características de cada um.

TRX profissional e completo

Esse modelo de TRX da marca RopeShop inclui a fita para treinamento, uma fita extensora de dois metros, onde é possível prender o equipamento em árvores e pilares, um mosquetão e um ancorador para porta, além de uma mochila para carregar todo o equipamento. A regulagem é feita pelas argolas e as fitas suportam até 120 quilos. As manoplas são rígidas, feitas para evitar rompimentos.

Um TRX com excelente custo-benefício

A Be Stronger apresenta essa fita de excelente custo-benefício. Dentro dos padrões de 4 cm, em nylon e com manoplas de plástico injetado, pode alcançar entre 1,40m e 2,25m. Ainda há uma extensão extra de 2 metros para lugares altos. Conta também com um mosquetão para parede que suporta 220 kg. Sem ele, ou seja, preso em outros lugares, o peso máximo é de 120 kg. Também acompanha ancorador para porta e bolsa para transporte.

A fita TRX para quem quer treinar em casa

A fita de treinamento TRX da Live Up destaca-se por sua versatilidade. Pode ser utilizada tanto em academias quanto em casa, possibilitando movimentos que trabalham os mais diversos grupos musculares. Acompanha prendedor de porta e suporta até 130 quilos.

Guia de compra

Mas, afinal, o que é o TRX? Quais são os principais exercícios que podem ser feitos com ele? E como comprar o seu?

É no nosso guia de compras que respondemos às suas principais dúvidas!

 Imagem mostra uma mulher praticando TRX em uma parque.

Um dos principais atrativos do TRX é a possibilidade da prática ao ar livre. (Fonte: vivian1965/ Pixabay.com)

O que é TRX e para que ele serve?

TRX é uma sigla para Total-body Resistance Exercise, ou “exercício de resistência para o corpo inteiro”. Ele é um aparelho que consiste em duas fitas elásticas que se prendem a uma superfície.

Essa superfície pode variar bastante e os melhores modelos trazem diversos suportes. Há como prender o TRX em portas, paredes ou até mesmo levá-lo para o ar livre, usando em árvores, parques ou postes. O único cuidado é que o lugar escolhido suporte seu peso.

O exercício é feito a partir da suspensão do corpo por essas fitas. E aí, mais uma vez, há uma incrível variedade de possibilidades. Todo o corpo pode ser trabalhado de alguma forma.

Para que um equipamento como esse seja reconhecido como um TRX original, ele precisa seguir duas normas básicas: as fitas devem ter 4 cm de largura e serem produzidas em nylon.

Há uma marca oficial que leva o nome da modalidade, mas várias outras fazem réplicas de qualidade.

foco

Você sabia que o TRX é um módulo de exercícios muito novo?

Foi criado no final do século XX por soldados da marinha norte-americana que precisavam de um jeito prático de continuarem em forma: algo que pudesse ser feito em qualquer lugar.

Sua expansão foi muito rápida e hoje já é uma febre. Para que se tenha uma ideia, foi apenas em 2006 que a modalidade cruzou as fronteiras e passou a ser conhecida fora dos Estados Unidos.

Quais as vantagens e desvantagens do TRX?

O TRX permite uma rara praticidade em relação aos exercícios físicos. Pode ser feito em qualquer lugar, é fácil de ser transportado, armazenado e instalado. É ideal para quem não tem tempo ou condições financeiras de frequentar uma academia regularmente.

A versatilidade também pode ser destacada. É possível fazer exercícios que trabalham todos os músculos do corpo. Existe uma enorme gama de possibilidades do que você pode fazer com o seu TRX. Uma rápida busca na internet pode te dar várias ideias.

São muitos os benefícios proporcionados. O aumento da força e o emagrecimento são os principais deles, já que há grande queima de calorias e boa parte dos exercícios é relacionado ao ganho muscular. A postura também irá melhorar muito.

Dentre os pontos não tão positivos, destacamos que é um exercício que muitas vezes será feito em casa (apesar de também ser oferecido em academias), e, portanto, sem supervisão. Isso pode ser perigoso e levar a lesões.

Confira abaixo as principais vantagens e desvantagens do TRX:

Vantagens
  • Muito prático: pode ser feito em qualquer lugar e é ótimo para quem não tem tanto tempo
  • Fácil de armazenar
  • Trabalha o corpo todo e propicia vantagens como ganho de massa muscular e emagrecimento
  • Melhora a postura e flexibilidade
Desvantagens
  • Se feito em casa, não terá supervisão, podendo causar lesões
  • Pode ser bastante difícil no início para pessoas sedentárias
  • Não é recomendado para pessoas com problemas de coluna

Quais os principais exercícios praticados no TRX?

Muitos dos exercícios mais tradicionais e conhecidos no dia a dia podem ser feitos com ainda mais eficiência com a fita de TRX. Entre eles, podemos destacar os abdominais, agachamentos e algumas variações de prancha.

O importante é perceber que um bom treino no aparelho vai contar com repetições capazes de trabalhar vários músculos do corpo. Como já destacamos, é essa versatilidade que faz do TRX tão excepcional.

Mas você precisa ver com seus próprios olhos? Então confira o vídeo abaixo do canal MasterFit, no qual um personal trainer fala de dez exercícios para iniciantes:

Quanto custa e onda comprar uma fita para TRX?

Um aparelho completo para a prática do TRX tem no preço uma de suas características mais chamativas. Por ser uma estação completa que permite trabalhar o corpo todo, os valores entre R$ 100 e R$ 300 são excelentes.

Essa variação acontece pela qualidade do material (características como peso suportado e extensão máxima) e pelos acessórios oferecidos. Quanto mais suportes para que o equipamento seja preso em diferentes lugares, mais o preço deve subir.

Academias especializadas e lojas de artigos esportivos são os melhores lugares para a aquisição do TRX. Recomendamos que você procure na sua cidade estabelecimentos de crossfit ou pilates – eles devem indicar ótimos modelos e até vendê-los.

Caso você prefira comprar pela internet, a Amazon brasileira traz excelentes opções. A versão americana também é ótima, bem como o Mercado Livre. Também vale a pena olhar nas lojas de produtos esportivos como Netshoes e Centauro e no site oficial do próprio TRX.

Critérios de compra: o que levar em consideração ao escolher o seu TRX

Já falamos das vantagens do TRX e dos porquês de adquirir esse aparelho de treinamento em suspensão. Agora vamos discutir os quesitos que vão influenciar na sua escolha de modelo.

Abaixo, explicaremos melhor cada um deles!

Materiais

A fita em si não vai mudar: sempre será nylon. Mas há vários outros componentes do TRX que proporcionarão uma experiência melhorada dependendo da qualidade dos materiais utilizados.

Destacamos as manoplas, onde você irá se apoiar para fazer os exercícios. Não ser simplesmente plástico e ter um acabamento em borracha ou espuma ajuda muito. É uma questão de conforto para o praticante e de durabilidade do equipamento.

O mesmo vale para os suportes de parede: quando mais fortes os mosquetões, por exemplo, menos chance de acidentes. Prefira aqueles feitos de aço. Costuras reforçadas aumentarão a vida útil da fita.

Peso suportado

É comum ver pessoas instalando duas ou mais fitas no mesmo suporte, especialmente em academias. Para que isso seja feito sem maiores riscos, é fundamental que o peso suportado pelo aparelho seja grande.

Há conjuntos completos para TRX que suportam entre 200 e 500 kg. Se você irá treinar sozinho na sua casa, não faz diferença, mas se vai fazer junto com alguém ou se a aquisição é para um grupo maior de pessoas, é bom prestar atenção nessa especificação!

Imagem mostra dois homens praticando TRX lado a lado.

O TRX é um ótimo exercício para a prática em duplas ou grupos. (Fonte: sifusergej/ Pixabay.com)

Extensão da fita

A extensão da fita está relacionada com onde o aparelho será instalado. Se é na sua casa, em uma parede ou porta, os números padrões entre aproximadamente 1,50 e 2,50 metros serão suficientes.

Mas é possível que sua casa tenha um pé direito muito alto e precise de um comprimento maior, ou que você pretenda fazer o exercício em lugares como árvores ou parques públicos. Nesse caso, fitas maiores serão necessárias.

Alguns modelos trazem extensores entre seus acessórios que resolvem essa questão, levando o comprimento das fitas a mais de 4 metros.

Acessórios

As fitas de TRX, sozinhas, não têm muita praticidade. Por isso, os kits são predominantes no mercado. Mas para cada lugar que você pretende instalar o equipamento, será necessário um tipo de suporte diferente.

Por exemplo, para porta é usado um ancorador, para parede, mosquetões, para árvores, extensores com capacidade de serem amarrados. O ideal é que o seu TRX escolhido conte com tudo isso! Outras coisas importantes são a bolsa para transporte e as regulagens na fita.

(Fonte da imagem destacada: undrey/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em nós?

Andressa Rodrigues Coach de Crossfit
O ciclismo reinava absoluto no coração de Andressa até que ela conheceu o Crossfit. Não, ela não largou completamente a bike por burpees e push-ups, mas agora divide a atenção entre as duas modalidades. Colecionando medalhas e troféus tanto pedalando quanto completando WODs, ela também quer compartilhar seu conhecimento nas duas atividades na internet.
Carlos Massari Jornalista
Jornalista especializado em esportes e podcaster. Apaixonado por cinema, literatura e artes em geral. Curioso nato, pesquisa e escreve sobre diversas áreas, principalmente tecnologia, ferramentas, artigos esportivos e objetos que tornam a vida e o cotidiano mais fáceis.