Close de uma mão tocando violão.
Ultima atualização: 1 de abril de 2020

Como escolhemos

9Produtos analisados

21Horas investidas

5Estudos avaliados

63Comentários coletados

Boas-vindas ao ReviewBox Brasil, o Guia de Compras para você que é um músico de mão cheia. Desde o século XIX as edições de violão Yamaha são aclamadas pela crítica. Com tantas opções disponíveis pode ser trabalhoso fazer uma escolha perfeita.

Para tornar sua vida mais fácil como comprador leia este Guia que te orienta na jornada de compra dos violões Yamaha. Dificilmente você vai adquirir uma versão errada após ler todo o conteúdo.

Feito de forma detalhista tanto na parte interna como externa, o violão Yamaha é uma produção que lança tendências no mercado de instrumentos musicais. Veja como comprar os modelos da marca, a média de preços, entre outros assuntos importantes.




Primeiro, o mais importante

  • No violão Yamaha transacoustic há efeitos e reverb sem amplificadores externos.
  • Já existem as versões de mini violão Yamaha.
  • Há várias edições elétricas e acústicas para cordas de nylon ou aço.

Você também pode gostar:

Os melhores modelos de violão Yamaha: Nossas escolhas

O corpo do violão determina os timbres das notas e no aspecto corporal instrumentos Yamaha são impressionantes. Dê uma olhada nos modelos mais famosos entre públicos brasileiros:

A melhor opção de violão eletroacústico

Esse violão eletroacústico da Yamaha tem cordas em nylon, tampo sólido e fundo em nato. O acabamento é brilhante e os braços nato. Destaca-se no modelo o equalizador de três bandas com afinador. Além disso, o acabamento do traste é fosco.

O modelo favorito dos músicos

A série CPX é conhecida por sua sonoridade balanceada e volume acústico. Com acabamento, design, madeiras, pré-amplificadores e tocabilidade de alta qualidade. A pintura do violão dura diversos anos e não exige manutenção periódica para manter o brilho. Possui um som acústico e encorpado.

Excelente violão Yamaha transacústico

Esse violão Yamaha é transacústico, tem cordas de aço e fundo em mogno. Trata-se de um modelo compacto, com efeitos tanto de reverb quanto de chorus. Não é preciso ligar esse modelo em um amplificador ou outra unidade externa para utilizar os efeitos.

Guia de Compra

Seja para acompanhar o canto ou uma melodia os violões Yamaha possuem completos requisitos técnicos. Independente do som que pretende tocar, você deve conhecer nas palavras a seguir os ensinamentos para comprar o instrumento musical desta marca.

Um homem tocando um violão.

Os sons dos arranjos perfeitos começam com a escolha do melhor violão Yamaha (Fonte: Alexander Raths / 123rf)

Quando surgiu o violão Yamaha?

Ao final do século XIX, no Japão, precisamente em Shizuoka, a Yamaha foi fundada como uma fabricante de órgãos e pianos. Poucos anos depois foram desenvolvidos outros instrumentos, inclusive violão.

Atualmente a Yamaha é uma das maiores fabricantes mundiais de instrumentos musicais, produzindo violões, guitarras, violino, flauta, percussão, entre outros.

Como é feito um violão Yamaha acústico?

A produção começa com os lados, usando peças de madeiras que possuem formato de curvas após serem embebidas em água morna. Na sequência os marceneiros colocam um quadro e anexam os blocos para manter unido o corpo e o braço do violão Yamaha.

Após o tratamento necessário, o topo, as costas e os lados são colocados dentro de uma moldura. Cada quadro é apertado ao redor do corpo. Sequencialmente se faz preciso esperar de 90 a até 130 minutos para a cola endurecer, finalizando o processo.

O procedimento é diferente em modelos que possuem menos madeira no corpo.

Por que o violão Yamaha é um dos melhores do mercado?

As marcas destaques na produção de violão custam caro no mercado. Isto pelas elevadas taxas de importação e dos valores cambiais do real com relação ao dólar.

Mas, os violões Yamaha são mais baratos, mesmo sendo de uma das marcas destaques quando se fala em instrumentos musicais. Isto porque a fabricante possui uma matriz nacional e produz dentro do Brasil, tornando as suas produções mais baratas.

Contudo o violão Yamaha é uma fabricação industrial, ou seja, pode ser pior em algumas características se comparar com a fabricação de um modelo personalizado em uma oficina de luthier a preços elevados.

Veja mais vantagens e desvantagens dos violões da Yamaha:

Vantagens
  • Modelos variados
  • Menos custos e mais benefícios
  • Diferentes tamanhos
  • Corpo interno bem-desenvolvido
  • Utilizado por profissionais
  • Cores personalizadas
Desvantagens
  • Produção industrial
  • Baixa resistência a quedas
  • Baixa resistência a água

Qual é o violão Yamaha que você deve escolher?

Com apenas duas mãos é impossível experimentar todos os violões Yamaha. Mas, podemos reunir todas as edições em 3 formatos, assim fica mais fácil compreender a essência dos instrumentos.

  • Violão Yamaha acústico
  • Violão Yamaha elétrico
  • Violão Yamaha transacoustic

As definições de cada opção serão demonstradas abaixo:

Violão Yamaha acústico

Este é o modelo mais barato de violão Yamaha. Esta edição funciona apenas com cordas de nylon e não apresenta entradas para a conexão de cabos. Versão prática, simples de trocar encordoamento, afinar e levar em qualquer lugar.

Use o instrumento acústico para tocar em festas com amigos na praia, no churrasco ou dentro de casa. Não é indicado usar o violão acústico de nylon com capotraste.

Um close em um violão acústico.

É mais fácil encontrar o violão Yamaha acústico no mercado (Fonte: analogicus / Pixabay)

Violão Yamaha elétrico

Você encontra versões para cordas de nylon ou aço, sendo a primeira opção um pouco mais custosa em preço. É possível tocar o instrumento com ou sem amplificação externa. Os captadores são poderosos e o toque da corda não amplificada tem certa altura.

Para solar com palheta a produção se apresenta como uma melhor escolha do que as versões acústicas de nylon. Não é incomum ver shows com artistas que tocam um violão Yamaha elétrico para ter sonorização profissional em cada acorde.

Violão Yamaha Transacoustic

Produto com amplificação interna e feito para ser prático, oferecendo a possibilidade de você controlar a altura de som ou o do reverb imersivo. Sem amplificador dá para tocar a sonorização amplificada com este violão Yamaha.

Madeira rosewood faz parte da composição nas laterais ao timbre ressonar com mais eficácia no corpo do instrumento.

Fixe na mente as diferenças entre os violões Yamaha:

Violão Yamaha acústico Violão Yamaha elétrico Violão Yamaha Transacoustic
Preço Baixo Médio Alto
Facilidade para encontrar no mercado Mais Mais Menos
Amplificação interna Não Não Sim
Funciona com amplificação externa Não Sim Sim
Efeitos sonoros Não Não Sim
Maciez Mais Menos Mais
Modelos para solistas Menos Mais Mais
Praticidade Mais Menos Mais
Leveza Mais Menos Menos
Encordoamento Nylon Nylon ou aço Nylon ou aço

Quanto custa um violão Yamaha?

Se você pesquisar no mercado vai perceber que o preço dos violões Yamaha pode ir de R$ 300 a até R$ 8.000. As versões de valores mais baixos são naturais e de nylon, sem entrada para amplificação externa.

Nos preços médios estão os modelos elétricos que funcionam com cordas de nylon ou aço. No topo da lista das edições custosas em dinheiro há as variações transacoustic de amplificação externa e detalhes especiais no acabamento.

Onde comprar um violão Yamaha?

Leimar Musical, Gang Music e Galeria do Rock em São Paulo são locais que vendem diversos modelos de violão Yamaha. Quem mora na capital paulista pode visitar a rua Teodoro Sampaio ou a Santa Efigênia, locais com dezenas de lojas especialistas.

Quem não mora em São Paulo ou tem limitações de fazer o transporte do produto da loja para a casa deve comprar online. Amazon Brasil é especializada em instrumentos musicais e oferece diversas edições. Shoptime ou Buscapé também são sites confiáveis.

foco

Você sabia que deve limpar o violão com um pano seco após tocar o instrumento? Esta medida é importante para evitar que o suor penetre no corpo e gere rachaduras.

Critérios de Compra: Fatores para comparar os modelos de violão Yamaha

Além de uma sonoridade incrível e capacidade de ajustar reverb, os modelos de violão Yamaha são macios para tocar. Talvez esta maciez seja o que te motive a comprar este instrumento.

Para comparar melhor os modelos e comprar com mais benefícios siga os 4 critérios essenciais:

  • Aplicativo ou CD
  • Madeira
  • Versão mini
  • Bag

Mais para frente você vê as características de cada critério:

Aplicativo ou CD

Alguns lojistas oferecem o manual do produto em formato de CD ou aplicativo. Com este adicional você pode conhecer mais sobre como tocar um violão Yamaha, as regras para a higienização, entre outros conceitos.

Os modelos às vezes vêm com manual em japonês, de modo que este aplicativo em português pode ser útil para você entender as características do instrumento.

Madeira

Dê preferência aos modelos Yamaha com madeira rosewood, responsável por gerar um som suave com uma densidade média. Faça esta escolha em principal se você comprar o violão que aceita cordas de aço.

No caso de você optar por versões de nylon e acústicas sem entradas de amplificação pode investir também nas edições de madeira Mogno. Já se você toca sons que precisam alcançar mais o grave compre as produções com madeira cedro vermelho.

Jovem tocando violão com fundo desfocado.

Os melhores tipos de violão Yamaha possuem a madeira rosewood. (Fonte: Alexis / Pixabay)

Versão mini

Se você precisa de um companheiro quando está na estrada invista no violão Yamaha versão mini, com captadores ART e afinadores sensíveis para uma efetiva afinação rápida.

O braço é escalonado com casas menores. Por isto este modelo pode ser uma ótima opção também ao público infantil.

Bag

É comum os vendedores oferecerem um bag de violão personalizado como brinde para quem compra o violão da Yamaha, mas esta regra tem exceções.

Portanto, se não existir diferença de preços entre uma oferta ou outra opte pela escolha que oferece este acessório de proteção ao seu precioso violão Yamaha.

(Fonte da imagem destacada: Bru-nO / Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

Pedro d'Ávila Músico e Viajante Incansável
Os cinco anos vagando pela Europa e tocando de metrô em metrô e deram a Pedro uma experiência de vida incrível, só comparada a seus anos e anos acampando pelo Brasil e pela América do Sul. Hoje, estabelecido em Dublin, ele segue conhecendo novos lugares e comparilhando o conhecimento adquirido com as experiências de vida.