Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Hoje vamos falar de uma vitamina essencial para a sua saúde: a vitamina B12.

Fundamental para manter o funcionamento saudável do organismo, a vitamina B12 não é produzida pelo corpo e, por isso, precisa vir de fontes alimentares ou suplementos.

Em meio a tantas opções, vamos mostrar neste artigo o que você deve levar em conta antes de comprar a Vitamina B12 para atender às suas expectativas e necessidades.

Primeiro, o mais importante

  • Parte do complexo B, a vitamina B12 é essencial para a saúde do sangue e do sistema nervoso.
  • A deficiência dessa vitamina no corpo acarreta em anemia, cansaço, depressão, entre outros problemas.
  • Vamos mostrar para você quais são as características que diferenciam os tipos de Vitamina B12 e como escolher a fórmula ideal.

Você também pode gostar:

Ranking: As 5 melhores opções de vitamina B12

Seja para suprir deficiência seja para manter a saúde em dia, quem procura pela Vitamina B12 busca por qualidade e eficiência. Por isso, os fabricantes cada vez mais investem em opções para todas as necessidades.

A seguir, nós vamos apresentar para você as melhores opções de vitamina B12 disponíveis hoje em dia no mercado.

1º – Vitamina B12 Natrol

A Natrol é uma vitamina B12 com 100 comprimidos, que são fáceis de tomar sem água. Essa opção tem sabor de morango e cada comprimido possui 5000mcg de vitamina B12.

Além disso, as cápsulas desse suplemento são naturalmente adoçadas, aromatizadas e 100% vegetarianas.

2º – Vitamina B12 Now Foods

A Now Foods é uma vitamina B12 que conta com 100 pastilhas no total. Cada comprimido possui 1000mcg (o que corresponde a 1mg) de B12.

Além disso, essa opção de vitamina, cujo princípio ativo é a cianocobalamina possui, em cada pastilha, 100mcg de ácido fólico.

3º – Vitamina B12 Cianocobalamina Unilife

A Cianocobalamina da Unilife é uma Vitamina B12 que contém 60 cápsulas. Os comprimidos são compostos, além da vitamina, também por amido de milho.

Vegetarianas, cada cápsula desse suplemento conta com 9,9mcg de Vitamina B12, cujo princípio ativo é, como o nome diz, a cianocobalamina.

4º – Vitamina B12 WVegan Metilcobalamina Vegan

A WVegan Metilcobalamina Vegan é uma Vitamina B12 que conta com 30 cápsulas na embalagem.

Vegana, cada cápsula desse suplemento possui 9,94mcg do princípio ativo da B12, que é do tipo metilcobalamina.

5º – Vitamina B12 Puritans Pride

A vitamina Puritans Pride contém 100 cápsulas de B12. Cada uma delas conta com 1000mcg do princípio ativo do tipo cianocobalamina.

Além disso, esse suplemento é vegetariano, não possui conservantes, nem açúcar ou amido.

Guia de Compra

Pode parecer simples escolher a vitamina B12 ideal. Mas é preciso levar em conta a real necessidade, a dosagem correta, entre outros fatores para que haja o resultado esperado.

Por isso, criamos este Guia de Compra com todas as informações que você precisará para tomar a melhor decisão ao adquirir a sua vitamina B12 com segurança.

Mulher tomando vitamina.

A vitamina B12 é benéfica manter a funcionamento saudável do organismo.
(Fonte: puhhha / 123rf)

O que é vitamina B12?

Como não é produzida pelo organismo, precisa ser adquirida de fontes externas.

A vitamina B12 é um dos nutrientes que ajudam manter a saúde do seu corpo. Mas, como não é produzida pelo organismo, precisa ser obrigatoriamente adquirida de fontes externas.

Parte integrante de um grupo formado por oito vitaminas, denominado complexo B, a vitamina B12 também é conhecida como cobalamina ou cianocobalamina.

Mas o fato é que existem outros tipos desse nutriente, como veremos mais á frente, em Critérios de Compra.

Além de atuar na formação de glóbulos vermelhos do sangue e na manutenção do sistema nervoso, a B12 é essencial para que outros nutrientes atuem corretamente no organismo.

Na prática, o consumo adequado da vitamina ajuda na prevenção de doenças cardíacas e de alterações do sistema nervoso, além de participar de processos metabólicos, garantindo energia e estabilidade emocional.

Comprimidos.

A B12 precisa ser adquirida de fontes externas, como alimentos e suplementos.
(Fonte: stevepb / Pixabay)

Como a vitamina B12 é um micronutriente, as quantidades que o organismo precisa são consideravelmente pequenas.

Ainda assim, ela pode se tornar deficitária no organismo. E, por isso, pode causar doenças, como a anemia, por exemplo.

A boa notícia é que, em geral, não é difícil encontrar produtos fonte da vitamina B12, seja por meio de alimentos ou de suplementos.

Ou seja, em caso de deficiência, você pode reforçar a refeição através do consumo mais adequado de B12 ou, se necessário, fazer a suplementação vitamínica.

Para que serve a vitamina B12?

Como vimos, a B12 é fundamental para o bom funcionamento das células, sobretudo as do sistema nervoso, da medula óssea e do intestino.

Mas seu alcance é ainda maior. Entre as principais ações da vitamina B12 no corpo estão:

  • Formação de células do sangue: As células vermelhas do sangue (hemácias) são responsáveis pelo transporte de oxigênio. Qualquer alteração em sua estrutura pode, portanto, comprometer a oxigenação dos tecidos do corpo. A vitamina B12 age na correta divisão dos glóbulos, evitando que fiquem grandes e frágeis demais.
  • Reparo do DNA: A B12 participa indiretamente da estruturação de DNA, pois atua como uma coenzima. Nas gestantes, por exemplo, a vitamina B12 é necessária para a correta produção do ácido nucléico, reduzindo os riscos de problemas futuros.
  • Absorção de vitaminas: A B12 ajuda na melhor absorção de outras vitaminas. Por exemplo, sem a vitamina B12 o organismo começa a apresentar deficiência de ácido fólico, também importante para diversas funções do organismo.
DNA.

A Vitamina B12 ajuda no reparo do DNA, o que é especialmente benéfico para as grávidas.
(Fonte: PublicDomainPictures / Pixabay)

  • Melhora o condicionamento: Para que você consiga desempenhar suas atividades, das simples às mais complexas, é preciso que o organismo tenha energia. Se a B12 estiver sendo ingerida adequadamente, as células e tecidos musculares irão receber a quantidade necessária de oxigênio, evitando o cansaço exagerado.
  • Metaboliza nutrientes: A vitamina B12 age também na metabolização de nutrientes como, por exemplo, carboidratos, proteínas e gorduras. Se você quer, por exemplo, perder peso a cobalamina ajuda a dar mais energia, permitindo que você realize mais atividades físicas e, com isso, gaste mais calorias.
  • Ajuda o sistema circulatório: Como a B12 auxilia na redução dos níveis de colesterol, todo o sistema circulatório é beneficiado. Isso resulta em uma redução dos riscos de hipertensão e problemas cardíacos.
Pessoa caminhando.

A vitamina B12 reduz o cansaço exagerado até nas atividades mais simples, como caminhar.
(Fonte: Fotorech / Pixabay)

  • Eleva o colesterol bom (HDL): As vitaminas do complexo B podem favorecer a produção de HDL no fígado e no intestino delgado, diminuindo as chances de infarto ou derrame.
  • Sistema nervoso mais saudável: Já foi comprovado por meio de estudos que a vitamina B12 protege os neurônios e pode reduzir a degeneração neuronal.

Como a vitamina B12 é sintetizada?

Apesar das fontes alimentares da vitamina B12 serem de origem animal, o nutriente é, na verdade, sintetizado por bactérias.

Por isso, os alimentos de origem vegetal não possuem a vitamina B12. O fato é que os animais possuem essas bactérias na flora intestinal ou as obtêm quando ingerem alimentos “contaminados”, como o pasto, por exemplo.

Dessa forma, a vitamina é processada pelo intestino dos animais e depositada nos tecidos. Quando consumimos, por exemplo, a carne do animal, nós acabamos ingerindo o nutriente.

A vitamina B12 é sintetizada por bactérias que “contaminam” os alimentos de origem animal.

Por outro lado, plantas, vegetais e frutos só irão apresentar a B12 se forem contaminados pelas bactérias. Mas, ao contrário dos animais, os vegetais não produzem a B12.

Nós também possuímos a bactéria responsável pela produção de B12. No entanto, a quantidade é muito reduzida e a absorção do nutriente não é suficiente. Daí a necessidade da suplementação.

Quais são os alimentos ricos em vitamina B12?

Como vimos, a principal fonte de Vitamina B12 está nos alimentos de origem animal.

De acordo com os especialistas, a recomendação de ingestão da vitamina B12 em adultos saudáveis varia entre de 2,5mcg e 3mcg por dia.

Por isso, como veremos a seguir, é possível ultrapassar essa quantidade de nutriente absorvido no organismo com o consumo de, por exemplo, 100g de bife de fígado de boi.

Para você ter uma ideia, reunimos a seguir uma lista com alguns dos alimentos com boas concentrações da B12:

Alimentos Quantidade de B12 a cada 100g
Bife de fígado 83,1mcg
Mexilhão 8mcg
Bife magro 2,8mcg
Ovo 2mcg
Queijo branco 1,8mcg
Iogurte natural 0,53mcg
Frango 0,35mcg

Além desses alimentos também podemos citar o leite de arroz enriquecido, que contém cerca de 1mcg de vitamina B12 a cada 200mL; e o leite desnatado, que possui 0,75mcg a cada 200ml.

O fato é que há um consenso entre os especialistas que leite, ovos e produtos derivados possuem uma absorção melhor do nutriente em relação aos outros alimentos ricos em B12.

No entanto, nem sempre conseguimos ingerir a quantidade total de B12 presente nos alimentos. Isso porque a B12 é sensível ao calor.

Dessa forma, se você consumir esses produtos feitos em altas temperaturas, como em assados ou frituras, por exemplo, as quantidades nutricionais serão muito reduzidas.

Qual a dose recomendada de ingestão de vitamina B12?

O organismo é capaz de estocar entre 3mg e 5mg de vitamina B12. No entanto, cerca de 50% do que é consumido não é aproveitada pelo ser humano.

Em geral, em cada refeição, nosso corpo só consegue absorver até 1,5mcg de B12. Por isso, para garantir a taxa necessária de B12, você deve receber uma quantidade muito maior da vitamina.

Dessa forma, se a alimentação não suprir as dosagens ideais deve-se complementar a nutrição com o uso de suplementos de vitamina B12. Em linhas gerais, é recomendado a suplementação de 10mcg por dia ou de 2.000mcg por semana.

Mas, em casos de deficiência grave, esses números podem ser muito maiores. Para pessoas saudáveis os valores sugeridos de ingestão de vitamina B12 variam, em geral, de acordo com a idade, como você verifica a seguir:

  • 0 a 6 meses: 0,4mcg/dia;
  • 6 a 12 meses: 0,5mcg/dia;
  • 1 a 3 anos: 0,9mcg/dia;
  • 4 a 8 anos: 1,2mcg/dia;
  • 9 a 13 anos: 1,8mcg/dia;
  • Acima de 14 anos: 2,4mcg/dia;
  • Gestantes: 2,6mcg/dia;
  • Lactantes: 2,8mcg/dia.

Vale lembrar que esses valores podem ser ainda maiores no caso de pessoas com dificuldades de ingestão ou doenças.

Por isso, é fundamental que você recorra à análise de um especialista antes de iniciar a suplementação de vitamina B12. Afinal, como veremos mais à frente nesse artigo, o excesso desse nutriente no organismo também pode ser prejudicial.

Como saber qual o nível de vitamina B12 no seu organismo?

Para saber como anda o grau de vitamina B12 no seu corpo é necessário realizar um exame de sangue.

O valor de referência considerados normais da B12 pode variar entre os laboratórios, mas, em geral, fica entre 300pg/mL e 900pg/mL. Por isso, os valores devem ser avaliados juntamente com o seu médico.

Dessa forma, ao realizar os exames de sangue, você deve ter em mente a média de valores de referência que em geral são aplicados pelos laboratórios. São eles:

  • Deficiência grave: abaixo de 150 pg/mL
  • Deficiência: entre 150pg/mL e 200pg/mL
  • Possibilidade de deficiência: 200pg/mL e 300 pg/mL
  • Níveis normais: entre 300pg/mL e 900pg/mL
  • Hipervitaminose: acima de 1000pg/mL

O que pode causar a falta de vitamina B12?

A deficiência da B12 pode ocorrer, entre outras razões, quando há dificuldade em absorver a vitamina ou quando a alimentação não é capaz de suprir as necessidades.

Com isso, a concentração de vitamina B12 no organismo começa a ser reduzida. Nessa situação, o fígado libera o nutriente que está estocado para tentar repor a substância e permitir que as funções do corpo não sejam afetadas.

No entanto, se não houver reposição da B12 esse estoque também irá se esgotar. E, então, os problemas começam a ocorrer, ainda que a manifestação da falta de B12 varie de pessoa para pessoa.

Casal idoso de mãos dadas e mochila nas costas.

Cerca de 60% dos idosos têm níveis baixos de B12.
(Fonte: pasja1000 / Pixabay)

O fato é que a deficiência de cobalamina está pouco associada aos hábitos alimentares. A seguir você confere os fatores que mais desencadeiam a redução da vitamina B12 no corpo:

  • Problemas de absorção de nutrientes: quando há alterações gastrointestinais e/ou inflamações de estômago, intestino e pâncreas.
  • Síndrome de imunodeficiência adquirida (AIDS): a B12 se apresenta em níveis baixos em grande parte dos portadores devido à possível falha na absorção do nutriente no intestino.
  • Procedimentos cirúrgicos no intestino e cirurgias gástricas.
  • Uso de alguns medicamentos: existem remédios capazes de causar a deficiência de B12 pela má absorção, como a metformina e os redutores da acidez estomacal.
  • Idade: apesar da idade, em si, não causar a carência da vitamina, estima-se que cerca de 60% das pessoas com mais de 60 anos apresentam níveis baixos de B12.
  • Anemia perniciosa: esses pacientes tendem a apresentar deficiência de B12 devido à falta de fator intrínseco, essencial para o transporte do nutriente até o intestino.

Quais são os sintomas da falta de vitamina B12?

Os sintomas dos baixos níveis de B12 no organismo são muitos e podem ser difíceis de serem detectados.

Mas, em geral, podemos dizer que a carência da vitamina promove mudanças na disposição em geral, além de sinais neurológicos e um quadro de anemia.

O mais comum é que os primeiros sinais da falta da vitamina B12 apareçam por meio de um cansaço constante, alterações de humor, imunidade reduzida e inflamações da boca.

Mas se os níveis da vitamina chegarem a valores severamente baixos, as funções do organismo são afetadas, podendo ocorrer inclusive a redução da síntese de DNA.

Para você ter uma visão geral, confira a seguir outros sintomas psicológicos que podem ocorrer com a baixa quantidade da vitamina B12 no seu organismo:

  • Irritabilidade
  • Dificuldade de concentração
  • Alterações de memória
  • Depressão e quadros acentuados de ansiedade
  • Letargia
  • Confusão mental
  • Alucinações

Além desses sintomas psicológicos, a deficiência da vitamina B12 no corpo pode causar também problemas físicos como, por exemplo:

  • Queda na imunidade
  • Cansaço frequente, mesmo sem grandes esforços
  • Enfraquecimento das unhas e cabelos quebradiços
  • Palidez
  • Inflamações na boca e dores de estômago
  • Anemia megaloblástica (aumento do volume de glóbulos vermelhos)
  • Dores e formigamentos nos braços e pernas
  • Dificuldade de movimentação
  • Vertigens e tonturas
  • Infarto
  • AVC
  • Dificuldade e redução de visão
  • Incontinência urinária e fecal
  • Problemas de fertilidade

Qual a importância da B12 na gestação?

É consenso geral que os nutrientes ingeridos pela gestante são fundamentais para que o bebê se forme adequadamente e nasça com saúde.

A vitamina B12, junto com o folato e o ferro, tem um papel muito importante na redução dos riscos de aborto e de nascimento prematuro, além de atuar na formação dos tecidos do bebê.

Ou seja, além de melhorar o bem-estar da mãe, a B12 favorece a formação do bebê, evitando riscos à saúde.

Mulher grávida.

A B12 é fundamental para a saúde de gestantes e do bebê.
Fonte: (Fonte: Free-Photos / Pixabay)

As lactantes também precisam ter atenção com o que ingere. Isso porque é através do leite materno que o bebê irá receber os nutrientes e fortalecer o sistema imune.

Por isso, o ideal é que a mulher acompanhe os níveis de vitamina B12 mesmo antes de engravidar.

Durante os noves meses de gravidez, também é preciso reforçar a ingestão de fontes vitamínicas e realizar acompanhamento médico e nutricional, fazendo suplementação ou adequações alimentares. Isso, é claro, sempre com a supervisão e orientação médica.

Qual a relação da vitamina B12 com o vegetarianismo e o veganismo?

A carência de nutrientes no corpo também é associada a dietas com restrição alimentar. Entre elas, as vegetarianas e veganas.

Como a vitamina B12 está presente, especialmente, em carnes e alimentos de origem animal, a Sociedade Brasileira de Vegetarianismo (SBV) recomenda que, se necessário, as pessoas devam realizar a suplementação vitamínica.

Para os vegetarianos, é possível reforçar a ingestão de leite e ovos, sobretudo os produtos que são enriquecidos com vitaminas, como a B12.

Já os veganos, que não fazem uso de nenhum produto de origem animal, a suplementação deve ser acompanhada por um médico.

Quando e como fazer a reposição de vitamina B12?

A suplementação de B12 pode ser adotada tanto para manter as taxas da vitamina no seu organismo quanto para elevar os valores em caso de deficiência do nutriente.

Por isso, é fundamental que você realize o exame de sangue que irá detectar os níveis da vitamina em seu organismo. A seguir, você confere quando e como realizar a reposição por meio de suplementos dependendo da sua necessidade e objetivo:

Para manter as taxas: Se as quantidades de B12 estiverem adequadas, a alimentação deve ser planejada para manter as taxas estáveis.

Nesse caso, indicamos que você fracione o consumo, pois, como vimos, o organismo é capaz de absorver apenas 1,5mcg de B12, em geral a cada 4 ou 6 horas.

Ou seja, consumir uma refeição rica de cobalamina de uma única vez provavelmente será pouco eficaz.

Para elevar os níveis: Se os exames indicarem a carência de vitamina B12, é preciso elevar as taxas por meio da suplementação.

Quando o paciente apresenta graus muito baixos de B12, a dose recomendada costuma pode chegar a até 2.000mcg por dia.

Quais as vantagens da vitamina B12?

Como vimos, são inúmeras as vantagens da vitamina B12 no nosso organismo. A B12 fortalece o sistema imunológico como um todo, reduzindo o risco de doenças, inclusive o câncer.

Além disso, esse nutriente ajuda a melhorar o sono, estabilizar o estado emocional, reduzindo sintomas da depressão e ansiedade.

Outra vantagem da correta suplementação da vitamina B12 é que ela aumenta a disposição e ajuda na absorção de outros nutrientes no corpo.

A vitamina B12 também fortalece os músculos.

A vitamina B12 também fortalece os músculos. Como esse nutriente atua no sistema nervoso, ele permite que você faça exercícios físicos com mais precisão, reduzindo riscos de lesão.

Outra vantagem é que essa vitamina auxilia na memória e concentração.

B12 escrito com comprimidos.

A B12 tem inúmeras vantagens para a sua saúde, física e psicológica.
(Fonte: Natchavakorn Songpracone / 123rf)

A B12 também fortalece cabelos, unhas e pele, já que ela promove a reprodução e reposição das células.

A desvantagem é que, quem possui restrição alimentar, não pode repor ou manter as taxas da vitamina apenas com alimentação, sendo necessário, o uso de suplementos.

A seguir, você confere as principais vantagens e desvantagens da Vitamina B12:

Vantagens
  • Melhora o sistema imune, prevenindo doenças, inclusive o câncer
  • Ameniza sintomas de depressão
  • Mantém o sistema nervoso
  • Previne anemia
  • Protege o coração
  • Fortalece unhas, cabelos e a pele
  • Dá energia e fortalece os músculos
Desvantagens
  • Vegetarianos e Veganos não se beneficiam da suplementação com alimentos

Quanto custa a vitamina B12?

O preço da Vitamina B12 varia bastante em função da marca fabricante, da composição e do tamanho da embalagem/número de doses.

Em geral, você vai encontrar a Vitamina B12 custando entre R$ 15 e R$ 300. É claro que você não precisa comprar a mais cara de todas. O principal é que você faça uma avaliação com seu médico para definir a dosagem e o período de uso que vai influenciar na quantidade a ser comprada.

Onde comprar a vitamina B12?

Você vai encontrar a vitamina B12 à venda em farmácias, lojas de suplementos, departamento e hipermercados como Lojas Americanas e Extras.

Mas nossa recomendação é que você realize a sua compra em lojas online como a Amazon Brasil. Assim, você não apenas garante mais opções para escolher como ainda adquire a vitamina B12 do conforto da sua casa.

foco

Você sabia que o complexo B é composto de oito vitaminas?

São elas: tiamina (B1), riboflavina (B2), niacina (B3), ácido pantotênico (B5), piridoxina (B6), biotina (B7), ácido fólico (B9) e a cianocobalamina (B12).

De modo geral, essas vitaminas participam da degradação de carboidratos em glicose, auxiliam na quebra de gorduras e proteínas, agem na musculatura gástrica e auxiliam na absorção de nutrientes pelo intestino.

Critérios de Compra: O que considerar antes de escolher a melhor vitamina B12

Como vimos, para realizar a suplementação com a vitamina B12 é preciso que você tenha o acompanhando do seu médico.

Após a confirmação da necessidade de reposição ou manutenção das taxas dos nutrientes, é preciso que você entenda o que diferencia um produto de outro para que possa realizar a melhor compra.

Por isso, selecionamos para você os principais fatores que devem ser levados em conta antes de comprar a vitamina B12:

  • Forma
  • Composição
  • Princípio ativo
  • Dose
  • Tamanho

A seguir, nós vamos explicar cada um desses fatores em detalhes para que você tome a melhor decisão e invista na vitamina B12 ideal.

Forma

A vitamina B12 pode ser encontrada em forma de comprimidos, solução, xarope ou injetável. No Brasil, porém, o mais comum é encontrar a B12 em comprimidos ou na forma líquida.

A escolha aqui é muito pessoal, pois vai depender da praticidade e também da facilidade de ingestão.

Mãos pegando comprimido.

O mais comum é encontrar a B12 em comprimidos ou na forma líquida.
(Fonte: rawpixel / Pexels)

Em geral, os idosos são mais beneficiados pela B12 em gotas. Isso porque, nessa faixa etária é comum que possa haver alguma dificuldade em absorver a vitamina no estômago.

Já as injeções da vitamina são mais restritas. Nesse caso, é preciso receita médica para ser aplicada.

Composição

Após escolher a forma de ingestão da vitamina, recomendamos que você considere a composição do produto.

Você pode optar por adquirir a vitamina em sua composição pura. Nesse caso, não deve haver nenhum outro ingrediente listado na tabela nutricional do produto, a não ser a B12.

Mas você também encontrará a vitamina B12 vendida como parte de um complexo multivitamínico, no qual outros nutrientes são incluídos. Isso vai depender das suas necessidades nutricionais e do seu objetivo.

Em ambos os casos, porém, fique atento a aditivos como edulcorantes, corantes ou aromatizantes artificiais, que podem ter efeitos negativos para a sua saúde.

Princípio ativo

É importante que você também observe qual é o princípio ativo da vitamina B12, que varia de acordo com a marca fabricante.

As formas mais populares da B12 são a metilcobalamina, a hidroxocobalamina, a adenosilcobalamina e a cianocobalamina.

A cianocobalamina é uma forma sintética da B12 é um dos princípios ativos mais encontrados nas fórmulas de suplemento da vitamina.

No entanto, algumas pessoas respondem a ele com reações alérgicas. Quem tem problemas renais ou é fumante também deve evitar a cianocobalamina.

Comprimidos e frasco.

É importante checar o tipo de B12 na fórmula e avaliar qual a melhor para você.
(Fonte: niekverlaan / Pixabay)

A Organização Mundial da Saúde, por exemplo, recomenda a hidroxocobalamina. Essa é a forma de vitamina B12 produzida naturalmente pela maioria dos microorganismos.

A sua maior vantagem em relação à cianocobalamina é que ela tem alta eficácia de armazenamento e não libera toxinas.

Já a metilcobalamina e a adenosilcobalamina são as duas formas biologicamente ativas da vitamina B12 que tem a vantagem de serem armazenadas no fígado de forma satisfatória.

Confira abaixo as principais características de cada princípio ativo da vitamina B12:

Forma Depósito no corpo
Cianocobalamina Sintética Baixo a médio
Hidroxicobalamina Natural Alto
Adenosilcobalamina Natural Médio

Dose

A dosagem dos suplementos também varia bastante, por isso é importante levar em conta essa informação antes de comprar a vitamina B12.

Os compostos podem oferecer, a cada dose, entre 10mcg e 5000mcg de vitamina B12. Essa escolha vai depender da recomendação do seu médico.

Tamanho

Observe também o tamanho da embalagem. Isso terá reflexo na duração de uso da vitamina e também no preço do produto.

Em geral, você encontrará a B12 em frascos que contém entre 30 e 400 comprimidos. Se você optar pela B12 líquida encontrará frascos que variam entre 60ml e 150ml.

(Fonte da imagem destacada: andriano / 123rf)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
41 Voto(s), Média: 4,51 de 5
Loading...