Ultima atualização: 10 de agosto de 2021

Como escolhemos

13Produtos analisados

30Horas investidas

7Estudos avaliados

79Comentários coletados

Bem-vindo de volta à ReviewBox! A vitamina K é vital para a coagulação do sangue e desenvolvimento ósseo, e é por isso que o mercado oferece uma grande variedade de produtos de vitamina K, incluindo cápsulas, comprimidos, comprimidos, pomadas, cremes, óleos e loções.

Aqui nós lhe daremos todas as informações que você precisa sobre a vitamina K, desde seus benefícios e especificidades, até as diferentes marcas e preços. Nós também lhe diremos o que você deve procurar antes de comprar, para que você possa fazer a melhor escolha.




O mais importante

  • A vitamina K, assim como as vitaminas A, D e E, é lipossolúvel, ou seja, dissolve-se nas gorduras. Existem dois tipos de vitamina K: vitamina K1 (também chamada filoquinona) e vitamina K2 (ou menaquinona); existe também a K3, que é uma variante sintética (não recomendada).
  • A vitamina K1 é encontrada principalmente em vegetais de folhas verdes (espinafre, brócolis, alface, acelga, couve-flor) e frutas (ameixas, amoras, mirtilos, kiwis, peras). Esta vitamina é essencial para o processo de coagulação do sangue.
  • A vitamina K2 surge da transformação da K1 por bactérias intestinais. É encontrado em alimentos fermentados, ovos e alguns queijos, mas em baixas doses. Sua principal função é regular o cálcio e construir e fortalecer os ossos.

Vitamina K: nossa recomendação dos melhores produtos

Guia de compras

Neste artigo você encontrará todas as informações necessárias sobre o produto que você está pensando em comprar, para que você possa conhecê-lo em profundidade. Nós lhe falaremos sobre as características mais importantes da vitamina K para que você possa avaliar todas as suas particularidades ao comprar.

A vitamina K, assim como as vitaminas A, D e E, é lipossolúvel, ou seja, dissolve-se nas gorduras.
(Foto: Antonio Guillem/ 123rf.com)

O que é vitamina K e quais são suas vantagens?

A vitamina K é uma das quatro vitaminas lipossolúveis, ou seja, dissolve-se nas gorduras. Existem três tipos de vitamina K: vitamina K1, também chamada filoquinona; vitamina K2, conhecida como menaquinona; e vitamina K3, ou menadione, que é uma variante sintética, usada como um suplemento quando ocorre a deficiência de vitamina K.

A vitamina K3 não é recomendada porque pode interferir na função do glutatião, que é um antioxidante que protege as células dos radicais livres.

Uma das principais funções da vitamina K, especificamente a K2, é que ela ajuda a manter ossos e tecidos saudáveis, regulando a formação e o crescimento ósseo. Possui propriedades antioxidantes, que ajudam a prevenir o envelhecimento precoce e a formação de radicais livres, além de contribuir para a prevenção do câncer. Ele também previne acidentes cardiovasculares.

Vantagens
  • Um excelente coagulante
  • Regula o cálcio e protege os ossos
  • Protege as artérias
  • Ajuda a prevenir a arteriosclerose
  • Melhora a função cardíaca
Desvantagens
  • Os suplementos de Vitamina K podem causar dor de estômago e diarréia
  • a Vitamina K1 pode baixar os níveis de açúcar no sangue
  • Muito pode ser prejudicial em tratamentos de diálise para doenças renais
  • Doses altas podem piorar os problemas de coagulação em pessoas com doenças hepáticas
  • Pode ser contraproducente em pessoas que tomam medicamentos para diluir o sangue
  • A vitamina K3 pode interferir na função do glutationa (um antioxidante que protege as células dos radicais livres)

Vitamina K1, K2 e K3 - O que você deve ter cuidado?

A vitamina K é dividida em dois tipos: vitamina K1 e vitamina K2; há também um terceiro tipo, a vitamina K3, uma variante sintética que pode interferir com a função do glutatião (antioxidante que protege as células dos radicais livres), razão pela qual não é tão utilizada ou recomendada.

Vitamina K1: Também chamada filoquinona, é encontrada em grande abundância em vegetais de folhas verdes, como brócolis, espinafres, acelgas e similares. No entanto, as bagas também são uma boa fonte. Entre os benefícios desta vitamina está o fato de que ela ajuda a regular a coagulação do sangue.

Vitamina K2: Esta é conhecida como menaquinona, e interessantemente é produzida por bactérias, por isso é encontrada em alimentos fermentados. Esta vitamina também é muito importante para os ossos e ajuda a prevenir doenças cardiovasculares.

Vitamina K3: Também conhecida como menadione e é uma vitamina produzida sinteticamente, ou seja, produzida pelo homem a partir de produtos químicos. Seus benefícios incluem a ajuda na coagulação e o fortalecimento do sistema circulatório. Mas ela tem várias contra-indicações, como em casos de insuficiência renal ou hepática.

K1 K2 k3
Vitamina K1 (filoquinona) é encontrada em vegetais de folhas verdes (espinafre, acelga, repolho, brócolis, couve, couve, alface), alface) Vitamina K2 (menaquinona) é produzida por bactérias É também conhecida como menadione
Também é encontrada em frutas como ameixas, amoras, amoras e blueberries É encontrada em alimentos fermentados, em ovos e em alguns tipos de queijo (Brie, Edam, e Gouda) Variante sintética da vitamina K
Regula a coagulação do sangue Esta vitamina é muito importante para a saúde óssea Envolvida na coagulação do sangue
Previne o sangramento Previne o sangramento Contraindicado para pacientes com insuficiência renal e hepática
Não adequado para pessoas tomando anticoagulantes Suplementos dietéticos são geralmente vitamina K2, às vezes em combinação com outras vitaminas, cálcio, magnésio, etc. Contraindicado para pacientes alérgicos à vitamina K
A deficiência de vitamina K1 manifesta-se por hematomas e hemorragias exaladas A deficiência de vitamina K2 manifesta-se por osteoporose e rugas exaladas precocemente Contraindicado para mulheres grávidas e crianças pequenas

Quanto custam os produtos de vitamina K?

O mercado oferece diferentes variantes de vitamina K que determinam seu preço de venda há uma grande variedade de produtos de vitamina K disponíveis, projetados para cada necessidade. Abaixo discutiremos os custos aproximados.

A vitamina K ajuda a prevenir ataques cardíacos, permitindo que o sangue coagule adequadamente. (Foto: Przemylaw Ceglarek/ 123rf.com)

Critérios de compra: fatores que permitem comparar e classificar diferentes tipos de vitamina K

Aqui estão os principais fatores que você deve considerar antes de comprar vitamina K. É importante que você avalie estes pontos antes de comprar. É importante avaliar estes pontos para determinar suas necessidades e prioridades ao escolher as vitaminas certas para você.

Diária recomendada

Esta lista expressa a quantidade média de vitamina K (refletida em micrograma-mcg) que uma pessoa deve consumir diariamente, de acordo com a idade e o sexo.

Em qualquer caso, é uma referência para você saber a quantidade de comprimidos, pílulas, etc. que você deve comprar para satisfazer suas necessidades diárias desta vitamina.

É recomendado que você consulte um médico de antemão para saber as doses exatas que você deve tomar de acordo com suas próprias necessidades, já que as quantidades podem variar dependendo de cada condição clínica

  • Bebês até 6 meses de idade: recomenda-se uma dose de 2,0 mcg
  • Lactentes de7 a 12 meses de idade: recomenda-se uma dose de 2,5 mcg
  • Crianças de 1 a 3 anos de idade: é recomendada uma dose de 30 mcg
  • Crianças de 4 a 8 anos de idade: recomenda-se uma dose de 55 mcg
  • Crianças 9-13 anos de idade: 60 mcg dose recomendada
  • 14 a 18 anos de idade: uma dose de 75 mcg é recomendada
  • Homens adultos maiores de 19 anos de idade: dose recomendada de 120 mcg
  • Fêmeas adultas acima de 19 anos de idade: dose recomendada de 90 mcg
  • Adolescentes grávidas ou amamentando: dose recomendada de 75 mcg
  • Mulheres adultas grávidas ou amamentando: 90 mcg dose recomendada

Toxicidade

Nenhum efeito adverso associado com doses excessivas de vitamina k1 (fliquinona) ou vitamina k2 (menaquinona) foi demonstrado. A vitamina K3 (menadione) e seus derivados, como uma variante sintética da vitamina K, pode interferir na função do glutatião (um antioxidante que protege as células dos radicais livres).

No recém-nascido, a vitamina K3 pode causar danos ao fígado, icterícia (amarelamento da pele) e anemia hemolítica (causada pela quebra das células sanguíneas). Portanto, é contra-indicado para o tratamento da deficiência de vitamina K.

Você deve sempre verificar os rótulos de todos os ingredientes para ter certeza de que não há substâncias tóxicas ou perigosas que possam causar um efeito adverso. É importante que você tome tempo para fazer isso antes de comprar.

Vitamina K e medicamentos

Embora não tenham sido relatados efeitos colaterais causados por doses excessivas de vitamina K, foi demonstrado que combiná-la com certos medicamentos pode ser desfavorável, então você pode querer olhar para os seguintes exemplos:

Wafarin (Coumadin). A combinação de vitamina K com Wafarin não é recomendada de forma alguma, pois a Wafarin é um anticoagulante oral para retardar a coagulação do sangue, e a vitamina K é usada no corpo para promover a circulação do sangue. Portanto, ao ajudar na coagulação do sangue, a vitamina K pode diminuir a eficácia da Wafarin e ser prejudicial ao tratamento anticoagulante.

Se você tomar este medicamento, você deve certificar-se de que as quantidades de vitamina K que você toma são sempre as mesmas. Uma mudança na quantidade de vitamina K ingerida, seja em alimentos ou suplementos, pode ser perigosa se ela interagir com a Wafarin. Uma ingestão menor poderia causar sangramento, uma ingestão maior poderia causar coágulos de sangue.

Medicamentos para diabetes. A combinação de vitamina K1 com medicamentos para diabetes pode baixar os níveis de açúcar no sangue, já que estes são usados para baixar a pressão arterial. Portanto, você deve monitorar seus níveis de açúcar no sangue e modificar a dose de medicamentos antidiabéticos se necessário.

Coenzima Q-10. Coenzima Q-10 é um antioxidante contra os radicais livres e, como a vitamina K, ajuda a promover a coagulação do sangue. A combinação das duas pode levar a um aumento da coagulação do sangue e pode ser contraproducente. Além disso, esta combinação pode representar um problema para as pessoas que tomam wafarin para retardar a coagulação do sangue, já que a Coenzima Q-10 junto com a vitamina K pode impedir que o sangue coagule adequadamente.

A vitamina K1 é encontrada principalmente em vegetais de folhas verdes (espinafre, brócolis, alface, acelga, couve-flor) e frutas (ameixas, amoras, mirtilos, kiwis, peras).
(Foto: Natchavakorn Songpracone/ 123rf.com)

Vitamina K e ervas ou suplementos

A vitamina K1 pode reduzir os níveis de açúcar no sangue, portanto, o uso de vitamina K1 com ervas e suplementos pode resultar em uma redução significativa dos níveis de açúcar no sangue. Ervas que podem baixar os níveis de açúcar no sangue incluem garra de gato, ginseng siberiano, alhova, Panax e goma guar.

Para suplementos, o tiraminol pode interferir com a ação da vitamina K como agente de coagulação do sangue. Quanto à vitamina A, também foi demonstrado em animais que ela interfere na capacidade da vitamina K de coagular o sangue, mas não se sabe exatamente se isso também ocorre em pessoas.

Doses altas de vitamina E também podem tornar a vitamina K menos eficaz na coagulação do sangue. Para pessoas que tomam varfarina para prevenir a coagulação do sangue, ou para pessoas que têm uma baixa ingestão de vitamina K, doses altas de vitamina E podem aumentar o risco de sangramento.

Ao tomar vitamina K, especialmente através de multivitaminas, você deve verificar com que outras vitaminas e ervas ela vem, especialmente se você tem alguma condição médica ou toma certos medicamentos que aumentam seu risco.

(Foto da imagem em destaque: Supitcha McAdam/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas