Imagem canário dentro de viveiro com grades metálicas
Ultima atualização: 16 de abril de 2020

Como escolhemos

15Produtos analisados

23Horas investidas

5Estudos avaliados

75Comentários coletados

Olá, seja muito bem-vindo ao ReviewBox Brasil. No artigo de hoje vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre o viveiro de pássaro, com dicas de manutenção e criação.

A criação de aves ainda é bastante comum, mesmo quando costumamos considerar mais os cachorros e gatos como pets. E, nesse caso, possuir boas instalações é essencial. Veja mais detalhes em nossa análise completa.




Primeiro, o mais importante

  • É importante trocar a água e realizar a limpeza do viveiro com regularidade para garantir a saúde de suas aves.
  • Lembre-se sempre de considerar o espaço do viveiro de acordo com o tamanho ou quantidade de pássaros que você pretende ter.
  • Considerando que estar preso já é uma situação estressante, principalmente para animais que voam, é recomendado deixar o viveiro em local silencioso, bem iluminado e arejado.

Você também pode gostar:

Os melhores viveiros para pássaros: Nossas recomendações

Seja para o ambiente residencial ou se você possui um petshop e pretende acomodar aves para a venda, um bom viveiro é importantíssimo para manter a saúde e bem-estar dos pássaros. Veja alguns exemplos que separamos para você.

Uma ótima opção para criadores iniciantes

No products found.

Com uma altura total de 120 cm de altura (79 cm sem contar a altura dos pés), 54 cm de comprimento e 25 cm de largura, esse viveiro em tela aramada é perfeito para aves de pequeno e médio porte. Ele possui bandeja removível para facilitar a limpeza e acompanha dois comedouros plásticos, três poleiros, quatro presilhas de fixação de bandejas e grade de separação do assoalho.

A melhor escolha para os petshops

Se você está adquirindo um viveiro para seu negócio, o modelo da Chalesco é a escolha certa, já que seu formato triangular permite que ele seja acomodado nos cantos da loja. Robusto, ele conta dois poleiros, quatro potes de alimentação metálicos e abertura com escada para pássaros mais domesticados, como papagaios e calopsitas. Os pés com rodinha também facilitam a movimentação.

Um viveiro para criadores mais exigentes

Possuindo estrutura reforçada sem renunciar um design inovador, o viveiro da Tander tem pintura preta especial e oferece amplo espaço interno para pássaros de pequeno e médio porte. Ele já vem com cinco potes de inox, dois poleiros de madeira e playground superior.

Guia de compra

A criação de pássaros exige alguns cuidados especiais para que os animais não sofram com estresse e não se machuquem. Para isso, um viveiro com bom espaço interno é a primeira coisa que você deve considerar.

Para mais detalhes e informações úteis que vão ajudá-lo a escolher a melhor opção, não deixe de ler atenciosamente nosso guia de compra. Isso pode fazer toda a diferença para a saúde de suas aves.

Imagem de pássaro branco em viveiro de grades metálicas

O ideal é que a gaiola seja maior do que a extensão das asas abertas do pássaro. (Fonte: Kira auf der Heide / Unsplash.com)

Como escolher um viveiro para pássaro?

Hoje existem uma enorme variedade de viveiros para pássaros disponíveis no mercado, desde as tradicionais de madeira até as mais modernas, feitas em grades metálicas.

A principal recomendação é observar o espaço interno disponível, tanto em largura, comprimento e altura, de acordo com o tamanho ou quantidade de pássaros que você possui.

Muitos modelos oferecem aberturas e poleiros externos.

Caso sua ave já seja domesticada e não há o risco de fugir, muitos modelos oferecem aberturas e poleiros externos, para que ele possa entrar e sair do viveiro quando quiser.

O espaçamento da grade também é fundamental, principalmente para aves menores, que podem acabar escapando ou se enroscando entre as aberturas.

E, por fim, observe a facilidade de retirar a bandeja de resíduos e se é conveniente optar por um modelo de viveiro com rodinhas nos pés para facilitar a movimentação no ambiente.

foco

Você sabia que por muito tempo a criação de pássaros exóticos era uma forma dos nobres ostentarem sua riqueza?

Quais as vantagens e desvantagens para viveiro para pássaro?

Logo de cara, podemos perceber as vantagens do viveiro em comparação com a gaiola. Vamos tratar disso no tópico abaixo, mas para começar, eles são maiores e mais robustos.

Eles facilitam a manutenção das aves e podem ser divididos em setores, o que é uma ótima opção para criadores profissionais.

Você pode encontrar viveiros em várias cores e estilos, o que permite que eles sejam incorporados na decoração da sua casa ou quintal.

Porém, o tamanho acaba cobrando seu preço, já que eles costumam custar mais caro e exigem mais espaço.

Vantagens
  • São maiores e mais robustos
  • Facilitam na manutenção das aves
  • Podem ser divididos em setores
  • Várias cores e estilos
  • Podem fazer parte da decoração de sua casa ou quintal
Desvantagens
  • Eles custam mais que gaiolas comuns
  • Exigem mais espaço

Qual a diferença entre gaiola e viveiro para pássaro?

Como mencionamos, a principal diferença entre a gaiola e o viveiro é o tamanho. E, como as gaiolas são menores, muitas podem ser penduradas na parede, ficando mais elevadas.

No caso do viveiro, eles ficam apoiados no chão, já que são maiores e mais pesados. Então, na hora de realizar a compra, vale a pena conferir a altura dos pés.

As gaiolas também costumam ser utilizadas para pássaros menores, como os canários. Já os viveiros oferecem mais espaço interno, permitindo a criação de aves de médio porte.

Imagem de pássaro em viveiro de madeira

Para o ambiente residencial, os viveiros de madeira são muito mais charmosos. (Fonte: Zahid Lilani/ Unsplash.com)

Quais cuidados eu devo ter com o viveiro para pássaro?

O principal cuidado que você deve ter com o viveiro é a higienização. Por isso, opte sempre por modelos com bandeja removível e de realizar a limpeza regularmente para garantir a saúde tantos dos pássaros quanto a sua.

Principalmente nos modelos de metal, verifique se há pintura e se não há o risco de ela descascar. Muitas espécies gostam de se pendurar ou apenas bicar a grade e a ingestão da tinta pode ser fatal.

Por último, lembre-se sempre de manter os comedouros e bebedouros bem limpos e, de preferência, que o viveiro fique em um local bem arejado e iluminado.

Agora, se você pretende criar outros pets em sua casa ou está no ramo de petshops, veja abaixo outros itens que podem ser úteis.

Na foto um cachorro Labrador deitado dentro de um canil.

8 de janeiro de 2020

Critérios de compra: O que eu devo avaliar antes de comprar um viveiro de pássaro

A criação de pássaros é uma coisa séria e é fundamental que você se lembre de sempre seguir as orientações e regulamentações do Ibama para não ser multado. Isso serve tanto para os criadores amadores quanto profissionais.

Por isso, separamos alguns tópicos que você deve considerar com atenção antes de tomar a decisão final sobre qual o melhor viveiro para que suas aves sejam saudáveis, com a segurança necessária.

Material

O material é o que vai determinar fatores como resistência e durabilidade do seu viveiro. Atualmente, os mais comuns são os de grades metálicas, mas ainda é possível encontrar os modelos de madeira.

Isso também acaba afetando o preço. As de madeira, pelo acabamento e trabalho para a montagem, costumam custar bem mais caro.

Fique atento também ao material dos comedouros e bebedouros, que podem ser de plástico ou metal. E, por fim, observe se há pintura. Como dissemos, isso pode representar um risco para as aves.

Imagem de arara vermelha em viveiro com grades metálicas

É importante que o material da grade não machuque o pássaro. (Fonte: paolo candelo / Unsplash.com)

Dimensões

Outra coisa que você deve avaliar logo de cara são as dimensões do viveiro levando em consideração o tamanho ou quantidade de pássaros que você pretende criar.

Isso inclui largura, comprimento e altura, tanto total quanto dos pés. Avalie também a distância e o tipo de espaçamento que existe entre uma grade de outra.

Por fim, verifique também o tamanho da porta para facilitar seu acesso ao interior do viveiro.

Além disso tudo ser importante para as aves, também é algo que você deve levar em consideração de acordo com o espaço que você tem disponível e o ambiente onde o viveiro vai ficar.

Compartimentos

Especialmente em viveiros grandes, é comum que eles possuam diferentes compartimentos. Isso ajuda a separar as aves em caso de necessidade, ou mesmo por espécie.

Nesses casos, verifique a quantidade, o material e as opções de encaixe para ter mais poder de personalização do seu viveiro.

Fique de olho também nos compartimentos de comida e água e se eles estão bem presos. Alguns pássaros são bem inteligentes e podem acabar tirando os potes de lugar para escapar pelas aberturas.

Imagem de pássaro colorido em viveiro de metal

Principalmente para criação de pássaros profissionais, os compartimentos ajudam a manter as aves separadas. (Fonte: loafcycle/ Pixabay.com)

Estilo

Vamos combinar, os pássaros são animais incríveis, de beleza incomparável. Então, é importante que o viveiro faça jus a suas aves.

Pensando nisso, muitas marcas investem não só em praticidade, resistência e durabilidade, mas também na aparência, estilo e design. Principalmente para os modelos residenciais, que podem agregar valor à sua decoração.

Vale a pena gastar um tempinho pesquisando por modelos que se encaixem em todos os fatores que citamos sem abrir mão de um viveiro que evidencie ainda mais a beleza de seus pássaros.

(Fonte da imagem destacada: Unmesh/ Unsplash.com)

Por que você pode confiar em mim?

Andreia Sales Presidente de ONG de Animais
Ter quatro cachorros e três gatos em casa ainda era pouco para Andreia. Por isso, há 6 anos, ela decidiu abrir uma ONG para resgatar e cuidar de bichinhos indefesos. Outra forma que encontra que cuidar dos animais é compartilhando, na internet, seu conhecimento e experiência sobre os produtos que facilitam a vida dos pets.